domingo, 26 de agosto de 2007

O AMIGO PASTOR



“Vendo Ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e
exaustas como ovelhas que não têm pastor”.

É natural que se eu ou você observarmos uma multidão, vejamos apenas um aglomerado de pessoas. No entanto, Jesus vê você, vê a mim, vê o outro que está do meu ou do seu lado, que não conhecemos. Ele vê a cada um em particular. Ele penetra lá no mais profundo do nosso ser, conhecendo as nossas dores, mágoas, traumas, ansiedades e toda gama de sentimentos que invadem o nosso coração e espírito, tirando-nos a alegria da vida.
Silenciosamente, deixando-nos apenas sentir Sua doce presença, Ele espera que O invoquemos, que O convidemos a uma amizade profunda, transparente. Então, Ele olha diretamente nos nossos olhos e com muito amor nos diz onde falhamos, que devemos perdoar aos que nos feriram e nos ensina a tirar lições maravilhosas de cada um dos nossos sofrimentos. Porque “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”.
Não podemos esquecer que Jesus é nosso melhor amigo, que Ele se importa conosco, que Ele sofre nossas dores, que nos ama incondicionalmente. Ama-nos como nós somos. Jamais faz acepção de pessoas, Ele tem sempre tempo para todos os amigos em todas as horas. Ele não é inconveniente, espera a hora certa de falar e nunca se cansa de ouvir, mesmo quando nós falamos coisas que a qualquer outro amigo parecesse “besteira” demais. Ele sempre interpreta da forma certa, porque Ele nos conhece absolutamente.
Você e eu, não somos mais um na multidão, mas sim como aquela ovelhinha, que, deixando noventa e nove no curral, Ele sai entre espinhos, pedras, sol causticante, enfrentando todos os obstáculos, por piores que forem, para buscar e levar com gozo em Seus braços.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML