domingo, 26 de agosto de 2007

MEDOS




Quanto medo no meio do povo de Deus. Medo de ser santo, medo do passado, medo do presente, medo do pastor, medo de não dar certo, medo, medo, medo. Deus, quanto medo!
Alguém me falou: Tenho medo de buscar muito a Deus e ficar doido.
Outro falou: No processo de busca pela santificação, andei me policiando tanto e já não tinha tranqüilidade, era muito medo de pecar.
Creio que é raro se encontrar nesse mundo um pai segundo o modelo de Deus. Porque cada pai já nasceu com um modelo basicamente aquém do modelo paterno, que Deus estabeleceu na Palavra.
No entanto, ainda que pálida, muitos de nós temos uma idéia do paizão que é Deus. Todavia, achamos que não merecemos essa paternidade maravilhosa por estarmos presos ao medo do que fizemos no passado, do que acharam que fizemos ou do que pensamos que fizemos e de tantos outros medos. Deus tenha misericórdia de nós e nos leve a lembrarmos que na cruz Jesus pagou todas as nossas dívidas, até aquelas que cometemos mesmo após havermos sido lavados pelo sangue, sendo tão somente necessário nos arrependermos e confessarmos.
Como, por medo, perdemos tanto da comunhão maravilhosa com O Pai, como deixamos de desfrutar momentos preciosos ao seu lado.
Por que somos tão tolerantes com os nossos filhos e acreditamos que Deus é exatamente o contrário? Que está sempre pronto a nos punir, e cobrar de nós aquilo que ainda não estamos preparados para dar ou aquilo que não aprendemos para viver? Enquanto Ele está sussurrando ao nosso ouvido: Olha “Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele”. Isaias 30:21. Nunca com um chicote, jamais!
Lembremos: todos os santos tiveram seus deslizes mesmo estando crucificados com Cristo. E por que vivenciaram tanto a palavra? Porque creram na paternidade de Deus, no perdão, no amor incondicional.
Aprendamos com eles a sermos um com Cristo, sem medos.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML