segunda-feira, 27 de agosto de 2007

PRAGA NENHUMA (Ô Glória!)

Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes, não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênçãos por herança. (Ô Glória!) Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente, aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcançá-la. (Aleluias!) Porque os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas, mas o rosto do Senhor está contra aqueles que praticam males. 1ª Pedro 3:8 ao 12. (Glória e aleluias!). Será que depois desta maravilhosa promessa daquEle que não falha jamais, ainda necessitamos de temer macumbas, pragas, olho grande, maldições e tantas outras maldades que se propagam neste mundo tenebroso? Então leia também com atenção o salmo noventa e um, que é tão conhecido e nos traz mais uma confirmação da proteção absoluta de Deus sobre as nossas vidas. Mostra-nos como os anjos do Senhor estão a nosso serviço, o que também podemos encontrar em muitas outras referências. Devemos temer sim, se não estivermos obedecendo aos princípios desta palavra. “QUEM QUER amar a vida e ver dias felizes” tem regras a obedecer. Com certeza podemos citar com autoridade este texto porque foi esta palavra que trouxemos no nosso coração quando nos casamos, e lutamos por vivê-la, e temos prazer em proclamar que esta palavra é verdadeira. Ela tem se cumprido cabalmente em nosso casamento. Podemos gritar em alto e bom som: Somos perfeitamente felizes, desde o nosso SIM no altar, há dezenove anos, sem medo de nenhuma investigação.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML