domingo, 26 de agosto de 2007

SOSSEGA




“Assim diz O Senhor Deus, O Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação na tranqüilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes”. Isaias 30:15.

Como Israel, quantas vezes diante das dificuldades que surgem, impedindo-nos de continuarmos a nossa jornada, procuramos ajuda de um lado para outro, até a exaustão, impelidos pela ansiedade, pela urgência do tempo que se nos escapa. Frustrados, então, começamos a lamentar a ausência de Deus na hora em que mais necessitávamos dEle. Embora nunca tenhamos feito como Davi: “calar e sossegar a nossa alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe”. Salmo 131: 2.
Muitas e muitas vezes esse precioso salmista nos ensina como adorar e louvar a Deus nas profundezas, lá do fundo do poço, onde não há cordas para nos alçar, nem forma de escalarmos as paredes escorregadias: Nossa alma espera no Senhor, nosso auxílio e escudo. “NEle o nosso coração se alegra, pois confiamos no Seu Santo nome”. Salmo 33:20,21. Tudo que necessitamos, no entanto, está ali, em nós, olhos e ouvidos. Erguendo os olhos para cima, que fazer Senhor? Nossos ouvidos ouvirão a Sua voz: Este é o caminho, andai por Ele.
E o tempo que está voando? “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. Eclesiastes 3:1. Confiemos na Soberania do Pai. Quando a nossa hora chegar, Ele saberá. Ele não atrasa nem adianta, é pontual. Confiemos nEle.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML