terça-feira, 28 de agosto de 2007

TENTADOS MAS NÃO CEDENDO




Não vos sobreveio tentação que não fosse humana, mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. 1ª Coríntios 10:13.

Quando escolhemos alguém em especial para casarmos, não é porque não existam outras pessoas também atraentes, com uma escala de valor ideal para nós, e esta é uma prova contundente de que simplesmente porque amamos é que elegemos aquela pessoa para o matrimônio e não adianta explicarmos porque amamos. Não há nada que explique esse amor. Procuramos então regar dia a dia esse amor porque não queremos perdê-lo. Assim foi com Deus, Ele nos escolheu e nós O aceitamos para ser O Senhor absoluto das nossas vidas. Mas a Ele sabemos por que amamos.
O pecado é um ato de traição. Quando pecamos estamos negando aquilo que nós cremos, embora os nossos sentimentos continuem fiéis a nossa fé.
Existem milhares e milhares de pessoas que traem o seu cônjuge, embora o ame profundamente. Para uns é uma questão de caráter, para outros um acidente doloroso.
Justamente porque Deus conhece as nossas fragilidades e o caráter de cada um de nós, é que Ele providencia o escape.
Tiago, no entanto, nos ensina que é bem-aventurado (feliz) o homem que suporta, com perseverança, a tentação, deduzimos que é exatamente porque ele tem a oportunidade de provar para Deus, anjos e potestades das trevas, que apesar de toda atração do pecado, Ele escolheu, por amor, não ser desleal a Deus.
Escapemos, munidos da graça.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!
Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML