domingo, 26 de agosto de 2007

VIVENDO A PALAVRA

Ultimamente, tenho desejado intensamente que cada cristão, cada servo do Senhor, viva a palavra na sua íntegra. O Deus de Elias, Elizeu, Moisés, Débora, Josafá, Josué, Pedro, Paulo e de muitos outros heróis da fé é O Nosso Deus. Muitos acreditam que os grandes milagres ficaram no passado, foi para aquela época, para dar maior força a expansão do Reino de Deus aqui na terra. No entanto, Jesus afirma categoricamente: “Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: Em Meu Nome expelirão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados”. Mc. 16:17. Vejamos que Jesus não determinou uma época nem elegeu uma categoria de discípulos. Ele afirmou: “aqueles que crêem”.
Quero trazer a memória uma experiência que vivenciamos. Quando nosso primogênito tinha mais ou menos dois anos, ele pôs as duas mãozinhas em uma panela de pressão a todo vapor em um fogão baixo. Eu estava perto, meu coração quase saiu pela boca, como costumamos dizer. Rápido, atropelaram-se mil pensamentos, Meu Deus, que loucura! Na minha mente, vi as mãos dele destruídas. Mas imediatamente a palavra me encheu o coração; “Quando passares pelo fogo, a chama não arderá em ti”. Aos gritos proclamamos esta palavra. Tirei as mãos do meu filho e as segurei. Ele olhava para mim, suas mãos estavam tão normais, quanto antes de haver posto ali. Deus cumpriu a sua palavra. Um tempo depois, nós estávamos em um chá na casa de uma amiga. Quando ela chegou com a chaleira de louça, havia acabado de despejar a água fervente, para colocar em cima da mesa. Ninguém sabe como tão rapidamente aquela chaleira virou toda em cima de mim. Os gritos na mesa e o desespero foram gerais; maior, no entanto, foi o nosso grito: "Quando passares pelo fogo a chama não arderá em ti”. Todos esperaram em um silêncio absoluto uma reação natural minha em conseqüência, porém, eu ri. Ninguém podia acreditar, todos me olhavam embasbacados e este testemunho ficou gravado no coração de cada um. Mas isso não ficou no passado. Sexta feira, dia seis de julho de dois mil e sete, fiz um bolo. Por baixo da forma pus uma faca, para regular a altura da forma. Quando tirei a faca com uma toalha a pus na pia. Imediatamente esqueci e peguei a faca. Senti meus dedos colarem e endurecerem. Dei um berro, não podia soltar a faca. Novamente a palavra: “Quando passares pelo fogo a chama não arderá em ti”. Estamos aqui digitando, sem nenhuma seqüela. A palavra é real. E quantas vezes Deus tem nos usado para orar por enfermos e vê-los sarados. Muitas experiências registraremos aqui para sua edificação e fortalecimento na fé. Visando, no entanto, em primeiro lugar que a sua fé cresça mais e mais e que vivenciando a palavra você se torne um apologista em potencial das Escrituras vivas e verdadeiras para a glória do nome do Senhor, nosso Deus, e benção na vida de tantos quantos você alcançar. Que O Senhor nos abençoe em Cristo Jesus. Amém.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML