domingo, 2 de setembro de 2007

O LOUVOR TRAZ VITÓRIA



Cantarei para sempre as Tuas misericórdias, Ó Senhor; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a Tua fidelidade. Salmo 89:1.

Sempre entrei no nosso quarto e, sozinha com muitas lágrimas, muitas vezes com o rosto literalmente no chão, expus diante de Deus aquilo que me doía na alma, aquilo que me sufocava. Gastava sempre umas boas horas diante do Pai. Sei que sempre fomos atendidas, Deus nunca negou-nos Sua fidelidade. Muitas foram as respostas; e quantas revelações recebíamos sobre coisas futuras. Momentos que jamais poderemos esquecer. No entanto, nestes momentos Deus sempre nos falava em profecias: Louve, cante. Mas tudo que me parecia possível era chorar as dores. Mas um belo dia começamos a cantar, mesmo com as lágrimas rolando pela face: Tu És fiel Senhor, Meu Pai celeste... Sentíamos como se tudo por dentro fosse romper-se, mas seguimos adiante. Foi incrível, de repente um gozo invadiu nosso coração e começamos a experimentar literalmente o que Habacuque viveu:
Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, EU ME ALEGRO NO Deus da minha salvação. Habacuque 3: 17,18.
Motivada pela poderosa experiência, continuei no exercício do louvor. Sempre que estamos enfrentando aquelas dificuldades em que necessitamos de uma solução que só Deus pode prover, nossa maior intercessão se transforma em gratidão e louvor.
A confirmação que chegamos, é a que muitas vezes esquecemos que O Deus dos profetas é realmente o mesmo Deus nosso.

O Senhor Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente. Habacuque 3:19.

Além de não permitirmos autopiedade, mágoas, amarguras, invadirem nosso coração, não deixamos de forma alguma que a tristeza mine as nossas forças. “Não vos entristeçais, porque a alegria do Senhor é a vossa força”. Neemias 8:10.
A todos os queridos que estão passando por momentos de terríveis angústias, situações dramáticas, nosso incentivo é que orem em louvor e não se entreguem a sentimentos perniciosos, que não redundam em bênçãos para nenhuma vida, mas sim acrescentam enfermidades físicas. Podemos aconselhar com a autoridade de quem tem visto dia a dia a mão do Senhor sobre nós dando-nos as vitórias que esperávamos.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

josana disse...

Adorei essa passagem e me ajudara a refletir e me consientizar que DEUS é o maior de todos.,.,

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML