sexta-feira, 28 de setembro de 2007

A RELIGIOSIDADE NÃO AMA



“E chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou o para uma hospedaria e tratou dele”.
Este ferido havia caído nas mãos de assaltantes, estava lá no chão entregue ao sofrimento da morte. Talvez em um lugar onde não houvesse curiosos para rodeá-lo, como é costume, embora sem ação de caridade.
Passou um sacerdote, aquele que deveria interceder a Deus pelo o povo e que ditava aos mesmos uma conduta ética, mas não se condoeu, antes passou de longe. Semelhantemente, um levita, devoto sem compaixão, descia por aquele lugar e, vendo-o, também passou de largo.
Um samaritano, no entanto, que seguia o seu caminho passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu-se dele.
Exatamente um “herege” que não praticava a religião segundo os ritos judaicos sendo, portanto, repudiado pelos judeus, deu uma lição de amor, deixando por terra toda prática hipócrita da ética e da religiosidade que omite os dois maiores mandamentos:
Amarás O Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
O amor do samaritano não só pensou-lhe as feridas, mas gastou seu tempo, levou-o para uma cama confortável, para a comida pronta, o que implicou em abrir a carteira. Embora não fosse amigo daquele moribundo, nem sequer o conhecesse, era, no entanto, seu próximo; por isso o acudiu sem, contudo, entender que com a sua generosidade estaria comprando favores de Deus. Ele fez unicamente por amor, se assim não fora Jesus não o teria citado como exemplo.
Jesus dando uma lição a um intérprete da lei que queria justificar-se pelo fato de não saber a quem ajudar, contou-lhe esta bela história de misericórdia e encerrou dizendo-lhe: Vai e procede tu de igual modo.
Esta história está registrada em Lucas 10:25 a 37.
O próximo é qualquer necessitado. Agir como o samaritano depende do meu cristianismo e não da minha religiosidade. Guiomar Barba.




Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

Ninah Almeida disse...

Adorei teu blog, você colocou os artigos mais nescessários e precisos para uma vida do ser humano...
"A palavra de Deus'
Enquanto que os demais, só relatam coisas fúteis sem nenhum interesse. Meus parabens...
Beijos,
Ninah

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML