sábado, 29 de setembro de 2007

A VERDADE POR AMOR

















Ouvimos muitas vezes as pessoas dizerem: Respeite a minha maneira de pensar. No entanto, respeitar não implica em você omitir a verdade sobre o erro do próximo, principalmente quando sabemos que esse erro trará conseqüências desastrosas.

Trabalhamos com viciados em drogas durante vinte anos consecutivos, moramos boa parte desse tempo nos próprios centros de recuperação. Conhecemos perfeitamente o que é o desespero de um viciado que deseja libertar-se, mas está impregnado física, psicológica, e espiritualmente e não sente forças para lutar contra essa morte.

Muitas vezes ele lhe grita: Eu gosto e vou continuar. Mas essa declaração, nesse caso falsa, não pode impedir que digamos a ele a verdade sobre as conseqüências da sua irresponsabilidade; e nem mesmo quando o viciado não quer realmente libertar-se.

Já ouvi muito: “O pior cego é aquele que não quer ver”.

Temos um exemplo clássico na bíblia de um rei chamado Acabe, que não somente praticava muitas sortes de maldade contra o povo a quem governava, mas principalmente contra Deus, que via a aflição daquela gente amada. Sendo advertido pelo profeta Elias duramente, tudo que ele e a maligna esposa dele queriam era matar aquele homem de Deus que lhes advertia continuadamente. E um dia ao encontrá-lo, exclamou: És tu, ó perturbador de Israel? Ao que Elias contestou: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do Senhor e seguistes os baalins. (ídolos) (1º Reis 18: 17,18).

Essa mesma história se repete hoje no dia a dia quando queremos proclamar as verdades sagradas. Somos algumas vezes taxados de inconvenientes, desrespeitosos, porque mostramos o engano em que muitos estão mergulhados por não procurarem conhecer a origem real daquilo que escolheram seguir, na maioria das vezes por tradição ou medo de não serem aceitos por viverem diferentes da maioria.

Poderíamos calar a verdade, seria mais cômodo, ofereceria uma melhor facilidade para nos relacionarmos com as pessoas. Mas isso não seria amor. Então corramos o mesmo risco do profeta Elias e clamemos:
“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie Ele O Cristo, que já vos foi designado, Jesus. Atos 3:19,20.
Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML