domingo, 14 de outubro de 2007

CIÚMES


“O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece.” 1ª Coríntios 13:4.

O dicionário Larousse, interpreta o ciúme como uma inquietação provocada pelo desejo de posse exclusiva do ser amado. Fica claro, então, porque o apóstolo Paulo nos diz que o amor não arde em ciúmes.
Uma pessoa possessiva não só atormenta a vida dela como também a do objeto do seu ciúme. É, portanto, claro que ciúmes exagerados revelam insegurança, falta de amor próprio, em fim, doenças crônicas da alma; e jamais é sinônimo de amor; porque quem ama dá liberdade, confia.
O ciúme é inflexível. O sábio Salomão traduz a dureza do ciúme como a mesma rigidez da sepultura; as suas brasas como brasas de fogo, veementes labaredas. Cânticos 8:6.
A sepultura absorve uma única pessoa, depois se lacra, se fecha, não compartilha com mais ninguém a sua volta, daí devora aos poucos a sua presa até destruí-la totalmente. Assim é o ciúme, ele vai corroendo o amor até restarem somente cinzas.
Brasas são tochas ardentes que despedem labaredas que lambem os que alcançam, queimando, destruindo tudo que esteja por perto. Assim procede também a pessoa ciumenta, sua língua, como labareda, destrói amizades, laços familiares, sonhos, paz, felicidade, alegria, em fim o direito a vida.
É uma enfermidade sim, da alma, provocada na vítima muitas vezes por ter sido fruto de uma gravidez indesejada, desamor dos pais, repúdio de alguém a quem um dia amou, baixa auto- estima decorrente de críticas alusivas à estética do corpo, à inteligência, à condição social e tantas outras áreas nas quais a pessoa possa ser vulnerável.
Se o ciumento, não for curado na fonte do seu ciúme ele jamais saberá amar alguém, por que a si mesmo não se ama. Vive um cruel sofrimento interior, não tendo, portanto um coração sadio para amar equilibradamente.
Se você é uma pessoa ciumenta não perca as esperanças, em Cristo há saúde para todas as nossas mazelas.
Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML