domingo, 18 de novembro de 2007

NÃO ACUSEMOS




E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus. João 9:2,3.

Sempre temos a tendência de julgar as pessoas pelos seus sofrimentos.
Quantas vezes ouvimos: “Se está assim, está pagando, boa coisa não fez”. No entanto, Jesus, que conhece o mais íntimo dos nossos corações tem uma interpretação totalmente contrária à nossa.
Em determinada ocasião, Jesus respondeu a algumas pessoas que, pela forma como Ele contestou, comentavam tendenciosamente sobre uns galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios que os mesmos realizavam de formas a não deixar dúvidas no que se refere a julgarmos:
Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem padecido todas essas coisas?
Não eram, Eu vo-lo afirmo: Se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.
Ou cuidais que aqueles dezoito sobre os quais desabou a torre de Siloé e os matou eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém?
Não eram, Eu vo-lo afirmo; mas se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis. Lucas 13:1-5.
Se Deus nos tratasse segundo os nossos méritos nem uma carne se salvaria, mas graças a Deus por Jesus que nos justificou através do Seu sacrifício expiatório, dando-nos o perdão pelos nossos delitos e pecados.
Sofremos sim conseqüência dos nossos erros em todos os âmbitos. Existem leis naturais, códigos de comportamento que, ao transgredirmos naturalmente, virá a retaliação, no entanto, isso diverge plenamente de castigo divino pelas nossas faltas, como julgamos que estão sendo punidos os afligidos por diversas adversidades. Mas é interessante que quando nos toca o sofrimento somos generosos com nós mesmos e nos justificamos, desfazendo toda possibilidade de sermos tidos como culpáveis no mínimo que seja.
Jesus foi categórico: Se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.
Com a medida que tiverdes medido vos medirão também, e ainda se vos acrescentará. Marcos 4:24.
Não multipliquemos o sofrimento de alguém impingindo-lhe culpa. Deus a todos julgará no seu devido tempo. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML