domingo, 30 de dezembro de 2007

FELIZ ANO NOVO



São grandes as expectativas para o novo ano, muitos são os votos de felicidade, sucesso, paz, amor e alegria que recebemos daqueles que nos amam e até de quem nem conhecemos. Há um espírito de solidariedade e amor envolvendo a atmosfera.
Sabemos, no entanto, que pelas profecias bíblicas o mundo caminhará a passos largos para sua própria ruína.
Os sinais da vinda de Jesus são inegáveis: O aquecimento global, os terremotos, maremotos, pestes, fome, rumores de guerra, nações contra nações, e o cumprimento conforme a advertência de Paulo da mudança radical no caráter do homem:
“Sabe, porém, isto; nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, envaidecidos, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder.” 2ª Timóteo 3:1 -5.
E por se multiplicar a iniqüidade, o amor de quase todos se esfriará.
Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo. Mateus 24.12,13.
Basta assistirmos a uma retrospectiva do ano que passou tão rápido; ouvirmos as notícias, ler as principais revistas de fatos políticos, sociais, e constataremos estas cruéis verdades.
O homem se envolve apressadamente em descaminhos para a sua própria decadência trinitária e nega-se a ser confrontado com a verdade, e muito menos pensa em retratar-se.
Estaria sendo eu fatalista, sombria, pessimista? Os fatos e as profecias me respaldam. Quero apenas que ninguém ignore as verdades sagradas para não ser apanhado de surpresa diante das calamidades ecológicas e desintegração do homem.
No entanto, não é motivo de desespero, pelo contrário, é necessário nos alicerçarmos em uma fé sólida, racional em Deus, sabendo que assim como Ele levou o povo de Israel para a terra de Gósen e os preservou das pragas que avassalaram o Egito por haver eles escolhido o temor do Senhor, também preservará no dia mal aqueles que perseverarem em andar nos Seus caminhos, que são perfeitos para as nossas vidas.
Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não o serve. Malaquias 3:18.
Proclamemos, então, que teremos um novo ano de lutas, mas que seremos coroados de vitórias, porque O Eterno, O Todo Poderoso, continuará sendo o Senhor das nossas vidas e pelejará por nós. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML