sexta-feira, 31 de agosto de 2007

HUMILDADE QUE PRODUZ



Eis que um homem chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura.
Então correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-Lo, porque por ali havia de passar.
Quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu desce depressa, pois Me convém ficar hoje em tua casa.
Ele desceu a toda pressa e O recebeu com alegria.

Quem era Zaqueu? Um cobrador de impostos! Imaginemos como era odiado por causa da sua tremenda desonestidade. Os seus bens, todos sabiam, eram de origem duvidosa. Ele havia enriquecido ilicitamente, extorquindo aos seus próprios conterrâneos.
Realmente só Deus sonda os corações. Dentro daquele homem cobiçoso, de torpe ganância, havia uma sede do que a traça e a ferrugem não consomem; exatamente por isso que, mesmo ele sendo rico, uma pessoa quem sabe “respeitada” pelo poder que exercia e pela sua riqueza (sempre há quem se dobre diante de contas bancárias recheadas não importa a origem), não teve nenhum constrangimento para subir em uma árvore. Pense em uma pessoa conhecida sua, rica, com uma posição de destaque, subindo em uma árvore por ser baixinho, para ver um homem que vivia pregando pelas ruas e que era desprezado pelos poderosos, não nos parece cômico? Pois é, mas foi assim que Zaqueu fez. Ele tinha uma meta: queria conhecer O Nazareno, não somente ver a pessoa de Jesus.
E somente o próprio Jesus, que sonda os corações, podia perceber que ali não estava apenas um homem curioso, mas uma alma sedenta por restauração. E por este motivo Jesus “se convidou” para ir a casa dele, embora os hipócritas o criticassem por hospedar-se com pecadores. Jesus sempre acerta.
Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais.
Por acaso Jesus havia confrontado aquele pequeno homem por suas mazelas ou havia ali um pecador verdadeiramente convencido e arrependido das suas transgressões humilhando-se diante do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo? O discernimento vem do próprio Cristo que com ternura declara:
Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o perdido. Lucas 19: 1-10
Não importa o que fizemos e quem somos se o nosso coração realmente está arrependido e clama por ser resgatado.
Leia Mais




quinta-feira, 30 de agosto de 2007

A IGREJA DE CRISTO





No Edem, Deus criou Adão e Eva e deu a eles filhos e filhas. Em suma, formou uma linda família, embalada pelos mais belos sentimentos de amor, paz, alegria, ternura, carinho, respeito, etc. Até que o pecado entrou no coração dos pais e as conseqüências trágicas vieram: O primeiro assassinato, Caim matou Abel por inveja.
Um abismo chama outro abismo. Salmo 42:7. Um pecado convida outros pecados, e assim o mal foi promovido, desfacelando a família. Deus, no entanto, no Seu infinito amor, veio promovendo meios para restaurar e reunir o homem a Si, restabelecendo assim a paz entre Ele e o homem.
Através de Jesus a Igreja foi formada: Também Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a Minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Mateus 16:18.
Mas qual a missão que Jesus determinou para Sua igreja?
Perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes outros? Ele respondeu: Sim, Senhor, Tu sabes que Te amo. Ele lhe disse: apascenta os Meus cordeiros.
É admirável que Jesus tenha repetido esta pergunta por três vezes, chegando a entristecer Pedro. Por que tanta insistência de Jesus em saber se Pedro realmente O amava para apascentar as Suas ovelhas? João 21:15-17. Sempre que o fizestes a um destes Meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Mateus 25:40. Ele queria ter certeza que as ovelhas seriam tão amadas quanto Ele estava sendo por Pedro.

APASCENTAR, Levar ao pasto. Pastorear. Doutrinar, instruir, guiar. Recrear, deleitar. Alimentar, nutrir. (Dicionário Larousse).

A verdadeira igreja de Cristo não é uma empresa com fins lucrativos.
Jesus deixou muito claro neste diálogo com Pedro que a Sua igreja teria que ser uma família, uma grande família cuja Cabeça é O próprio Jesus.
Esta igreja está espalhada em toda a terra. E assim como Jesus determinou a Pedro que apascentasse o Seu rebanho, Ele levantou, hoje, nos nossos dias, pastores para, a exemplo de Pedro, apascentarem o Seu rebanho. E cada um deles irá dar contas a Deus do rebanho a ele confiado por Jesus Cristo. O próprio Pedro exorta com a autoridade que a sua vida ministerial lhe conferia.
Pastoreai o rebanho de Deus que está aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir. Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados, mas como exemplos para o rebanho. Quando se manifestar O Supremo Pastor, vocês receberão a imperecível coroa da glória. 1ª Pedro 5:2-4. A verdadeira recompensa do autêntico pastor.
O verdadeiro pastor é aquele que gasta tempo preparando em oração e estudo da Palavra, o pasto (doutrina, instrução bíblica) para as ovelhas, para que elas sejam bem nutridas; é aquele que ouve as ovelhas nas suas dores e que se recreia com elas nas suas alegrias. Temos no salmo vinte e três o maior exemplo de um excelente pastoreio.
Pastor não é administrador do patrimônio eclesial. É Pai espiritual, o que engloba as necessidades gerais do rebanho.
Leia Mais




quarta-feira, 29 de agosto de 2007

O QUE BUSCAIS?





Respondeu-lhes Jesus: em verdade, em verdade vos digo: Vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes. João 6:26.

Quantos de nós temos criticado com verdadeira revolta os falsos profetas, que em nome da fé em Jesus têm multiplicado suas contas bancárias, construído casas colossais, de absoluto luxo, e são verdadeiros magnatas, enquanto suas fontes de renda vivem as mais duras situações financeiras e até a mais absoluta pobreza?
Haverá alguma diferença entre os freqüentadores desses mercados com nome de igreja e aquela multidão que foi em busca de pão fingindo que procurava Jesus? Absolutamente NÃO! São exatamente pessoas que vão em busca de soluções para seus problemas de todas as ordens. Pessoas que escolhem de uma forma mais rápida e fácil se desvencilhar do que lhes incomoda ou sufoca. E encontram não O homem de Nazaré, que olhava as multidões e se compadecia delas porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não tem pastor. (Mateus 9:36), mas se deparam, sim, com “profetas” avarentos, gananciosos, que o único que lhes interessa é fazer comércio da fé dos que lhes buscam (2ª Pedro 2:3), propagando uma prosperidade enganosa que só beneficia a eles mesmos. A recompensa das suas maldades eles terão ou em vida ou no juízo final.
Tens feito estas coisas, e Eu me calei; pensavas que Eu era teu igual; mas eu te argüirei e porei tudo à tua vista. Salmo 50:21
Com certeza, enquanto essas multidões continuarem procurando o multiplicador de pães, no lugar do Libertador das suas almas, tudo que vão conseguir é enriquecer cada vez mais esses filhos do diabo.

Buscai, pois, em primeiro lugar, o Seu Reino e a Sua Justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33. .
Leia Mais




terça-feira, 28 de agosto de 2007

DISSE ME DISSE




“Deleitar-se-á no temor do Senhor; não julgará segundo a VISTA dos seus olhos, nem repreenderá segundo o OUVIR dos seus ouvidos”; Isaías 11:3

Ai, quem pode negar que muitas vezes escutou que fulano... e já passou adiante o comentário; às vezes sem nem pelo menos considerar se quem contou merece crédito ou dar uma oportunidade a fulano de contar sua versão, na maioria das vezes totalmente diversa da que ouviu.
Tratando deste assunto, o personagem bíblico que mais me impressiona, por sua grandeza de alma e prova de um amor profundo, é José, o pai adotivo de Jesus.

Mas José, seu esposo, sendo justo e não a querendo infamar resolveu deixa-la secretamente. Mateus 1:19.

Ele teria todo direito de ficar indignado contra Maria e até repudiá-la, principalmente porque ela já era sua esposa e o adultério era um caso imperdoável na cultura judaica. No entanto, nele estavam entranhados princípios cristãos muito elevados. Ele preferiu, então, sair como o vilão da história e deixar Maria com sua barriga arranjada em um suposto ato de traição contra ele. Não podemos nem imaginar a dor que ele sentiu, já que deveria ter o melhor conceito possível dela como serva do Senhor.
Por que então temos tanta facilidade em nos envolvermos em DISSE ME DISSE? Uns mais outros menos, mas a verdade é que todos nós temos. E devemos ter a lealdade de assumirmos nosso pecado, admitindo que seja porque ainda não amamos como nos ensina nosso amado Pedro:

“Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor COBRE multidão de pecados”. 1ªPedro 4:8.


Leia Mais




PAI

Ontem, muitos pais ganharam presentes, fizeram alguma das refeições com seus filhos, receberam carinho e quantas outras formas de gratidão e amor. Foi um dia lindo para muitos pais, mas triste para muitos outros esquecidos no coração dos filhos que talvez chorassem suas culpas ou ingratidão recebida gratuitamente. Mas queria falar especialmente contigo, nosso Pai Celestial. Queria saber como foi para você o dia de ontem? Você, que desde a fundação do mundo planejou com tanto carinho a família e colocou no coração dos pais um amor incondicional pelos filhos, à semelhança do Seu amor. Queria lhe perguntar quantos dos seus inúmeros filhos reservaram alguns minutos do dia de ontem para agradecer-lhe, abraçar-lhe e dizer a você de toda gratidão que sentiam pelo Paizão infalível que você é, pelo amor imerecido que você dedica a cada um de seus preciosos filhos? E muito mais, Pai incomparável, por você ter amado tanto a nós, seus filhos, que nos gerou para filhos Seus, com o sacrifício de vida e de sangue do Seu primogênito Jesus, que jamais lhe decepcionou com nenhuma ingratidão ou qualquer atitude que pudesse ferir a Sua paternidade. Seria, Pai, que enquanto festejavam com seus pais queridos, comiam em restaurantes em meio à família ou nos lares, se deixaram envolver tanto nessas festividades terrenas a ponto de esquecerem até mesmo de agradecer-Te por lhes haver dado a alegria de poder comemorar com seus pais e muito menos se lembraram de agradecer a Ti pela Tua maravilhosa e eterna paternidade? Ó, Pai querido, não tenho mais comigo meu precioso pai. O pai dos nossos filhos não pode vir por estar trabalhando tão longe, como bem sabes. Seria por este motivo somente que pude dedicar-te ontem nosso louvor e gratidão e me perguntar quantos estariam lembrando-se da Tua perfeita paternidade? Peço-Te perdão por todos nós que negligenciamos festejar-Te no dia de ontem, que esquecemos que a maior comemoração deveria ser para Ti. E Te agradeço porque sei que hoje Tu recebes com muito amor o que ontem deveríamos haver Te dado: A honra à glória e o louvor. Amamos-Te, Pai, apesar das nossas imperfeições e até mesmo pecados, e agora Te queremos oferecer nossa gratidão por nos perdoar. Amamos-Te Pai querido! Amém.
Leia Mais




QUE ESPÍRITOS SÃO ESSES?

“Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus homem.” 1ª Timóteo 2:5. Percebemos que muitas pessoas têm brincado ou se envolvido com certas práticas espirituais por não conhecerem a seriedade do assunto. Vez por outra encontramos alguém bem intencionada na internet, enviando simpatias com o objetivo de levar amigos e até desconhecidos a encontrarem o amor de suas vidas, indicados por espíritos adivinhadores. Vejamos o que Deus diz a este respeito: “Quando disserem a vocês: Procurem um médium ou alguém que consulte os espíritos e murmure encantamentos, acaso não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultará os mortos.” Isaias 8:19. (Bíblias Sheed e NVI). Ora, a Palavra de Deus é clara, precisa, a respeito dos espíritos dos que já morreram: “Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem à região do silêncio”. Salmo 115:17. Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento. “Amor, ódio e inveja para eles já pereceram; para sempre não têm eles parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol”. Eclesiastes 9:5, 6. Poderíamos citar outras referências bíblicas sobre o tema, mas nos dispomos a enviá-las para quantos desejem saber mais sobre o assunto. Se os espíritos dos que já morreram não voltam aqui, que espíritos então seriam esses que advinham através de simpatias com objetos como copo, cartas, e até através das mensagens em conjunto na internet, etc? Vejamos o que fala O Criador de todas as coisas: “Não vos VOLTAREIS para os necromantes, nem para os adivinhos: não os PROCUREIS para serdes contaminados por eles. Eu Sou O Senhor vosso Deus.” Levítico 29:31. (Necromancia: Prática divinatória pela invocação dos mortos. - Dicionário Larousse). Por que tamanha preocupação de Deus? Exatamente, porque Ele sabe que esses espíritos nada mais são do que aqueles anjos caídos que foram expulsos dos céus junto com o diabo na sua rebelião. E pelo fato de estarem condenados ao inferno eternamente, e sendo maus, desejam arregimentar o maior número das criaturas de Deus para destruição. Procuremos conhecer o mundo espiritual no qual nos envolvemos.
Leia Mais




DEUS É SUFICIENTE

As perguntas são: Será que cremos em Deus como confessamos crer? Será que cremos que Ele é O Todo Poderoso, como costumamos dizer? Será que cremos que Ele nos ama, como proclamamos tantas vezes? Será que realmente cremos que Ele é nosso Pai, como O invocamos sempre? Leiamos o que nos diz a palavra a respeito dEle com relação a todos esses credos: 1 - De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que O buscam. Hebreus 11:6. 2 - Ora, Aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós. Efésios 3:20. 3 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu O Seu Filho unigênito, para que todo o que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16. 4 ­– Mas agora, Ó Senhor, Tu És nosso Pai, nós somos o barro, e Tu, O nosso oleiro; e todos nós, obra das Tuas mãos. Isaias 64:8. Quantas referências poderíamos citar ainda, relacionadas àqueles temas. No entanto, preferimos perguntar novamente: Se nosso credo é sincero, real, provém de uma fé viva no Eterno, por que então recorremos a tantas alternativas para nos socorrer nas adversidades? Por que negamos a eficácia absoluta do Deus em quem dizemos que depositamos todas as nossas esperanças, nossa confiança, etc. recorrendo até mesmo a objetos tão insignificantes, destituídos de valor até mesmo material, (quanto mais espiritual!) ou a criaturas que já partiram desta vida para a outra e que foram tão criadas, como qualquer um de nós seres mortais? ( Leia a mensagem anterior: QUE ESPÍRITOS SÃO ESSES?) Vejamos a atitude do nosso grande apóstolo S.Pedro quando Cornélio prostrou-se aos seus pés: “Mas Pedro o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem”. Atos 10: 25,26. “Só Ao Senhor Teu Deus adorarás, e só a Ele SERVIRÁS! “Deuteronômio 6:13. Adorar: render culto a uma divindade; VENERAR. (Dicionário Larousse) Ponderemos. Nosso Deus é suficiente. Só a Ele toda glória!
Leia Mais




NÃO FUI COM A CARA





“Ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine”. 1ª Coríntios 13:1.

Lembro-me de quando ministrávamos a um grupo de mulheres; terminada uma reunião, uma novata pediu-me para conversar comigo. Era uma mulher muito bonita e estava com um penteado muito sofisticado, dando-lhe uma aparência fútil. Olhei-a com antipatia (sou do tipo que os sentimentos afloram). Ela então, expôs o problema dela, que contribuiu mais ainda para minha intolerância por ela. Ela sabia que estava errada. E por ser uma mulher perspicaz e de uma maravilhosa inteligência, me irritei mais ainda, porque ela não necessitava que alguém lhe dissesse que havia pecado. Mesmo que fosse uma pessoa totalmente desprovida de senso, sabia que havia pecado.
Apesar da minha clara rejeição, ela continuou freqüentando as nossas reuniões. Começamos então a nos conhecer. O resultado é que nos tornamos grandes amigas.
Era uma mulher de uma beleza espiritual latente. Com a convivência, logo descobrimos o quanto ela seria útil no reino. Começamos a fazer reuniões de oração na sua casa, comer juntas, ouvir-nos mutuamente como mães e esposas, desenvolvendo assim laços que ficarão para a eternidade.
Graças a Deus, logo no início da nossa conversão, conforme a mensagem “Exercitando O Perdoar”, Deus nos ensinou que o verdadeiro cristão é aquele que ama. Ama sem acepção. Antipatia não é sentimento que deva ser nutrindo jamais por um verdadeiro cristão.
Se alguém disser: Amo a Deus, e aborrece o seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. 1ª João 4:20. Lutemos, pois, para AMAR.
Leia Mais




TENTADOS MAS NÃO CEDENDO




Não vos sobreveio tentação que não fosse humana, mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. 1ª Coríntios 10:13.

Quando escolhemos alguém em especial para casarmos, não é porque não existam outras pessoas também atraentes, com uma escala de valor ideal para nós, e esta é uma prova contundente de que simplesmente porque amamos é que elegemos aquela pessoa para o matrimônio e não adianta explicarmos porque amamos. Não há nada que explique esse amor. Procuramos então regar dia a dia esse amor porque não queremos perdê-lo. Assim foi com Deus, Ele nos escolheu e nós O aceitamos para ser O Senhor absoluto das nossas vidas. Mas a Ele sabemos por que amamos.
O pecado é um ato de traição. Quando pecamos estamos negando aquilo que nós cremos, embora os nossos sentimentos continuem fiéis a nossa fé.
Existem milhares e milhares de pessoas que traem o seu cônjuge, embora o ame profundamente. Para uns é uma questão de caráter, para outros um acidente doloroso.
Justamente porque Deus conhece as nossas fragilidades e o caráter de cada um de nós, é que Ele providencia o escape.
Tiago, no entanto, nos ensina que é bem-aventurado (feliz) o homem que suporta, com perseverança, a tentação, deduzimos que é exatamente porque ele tem a oportunidade de provar para Deus, anjos e potestades das trevas, que apesar de toda atração do pecado, Ele escolheu, por amor, não ser desleal a Deus.
Escapemos, munidos da graça.
Leia Mais




PIADAS IMORAIS




Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. Filipenses 4:8.
Edifica: Espiritual, intelectual ou emocionalmente? Que proveito então me traz? Para rir, relaxar. Seria realmente relaxante algo que o nosso espírito repele, uma vez que somos trinos e o que afeta o espírito, conseqüentemente, afeta a alma e o corpo? Ou seria apenas um alimento barato para a carne?
Claro que independente de espiritualidade, há pessoas que preferem descontrações mais sadias, mais inteligentes; depende do nível de educação de cada um.
Mas para nós, que fomos transformados pela renovação da nossa mente, se estamos nos familiarizando tão bem com essa prática impura, é um alarme. Existe febre, está na hora de usarmos o termômetro e ver o grau de aquecimento que ele vai indicar da nossa carne. Com certeza esse termômetro não falha, ele indica o grau, identifica a enfermidade e dá a receita infalível. É de última tecnologia porque ainda traz relax.
“Achadas as Tuas palavras, logo as comi; as Tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo Teu nome sou chamado, Ó Senhor Deus dos Exércitos.” Jeremias 15:16.(receita do termômetro)
Não há radicalismo, a palavra acima é bem clara. Sejamos santos porque Ele é Santo.
Leia Mais




DEUS DE VITÓRIA




Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Efésios 6:12.

Todo cristão foi advertido pelo apóstolo Pedro que: Devemos ser sóbrios e vigilantes, porque o diabo, nosso adversário, anda em derredor de nós como um leão que ruge procurando alguém para devorar. S. Pedro 5:8.
Não há momento mais propício para as suas investidas do que quando estamos em adversidade. Aquela angústia da incerteza, as ondas agitadas subindo cada vez mais altas, o céu cada vez mais escuro, ao nosso redor nenhuma tábua de salvação a qual possamos nos agarrar. Olhamos para o alto e não encontramos Deus. Ele parece que desistiu de nós.
O que não podemos esquecer é que foi nesse exato momento, quando o inferno zombava do nosso Mestre, quando Ele em agonia gemia: “Pai se for possível passa de mim este cálice!”, na hora final das suas forças, no momento que Ele já não podia mais suportar, que chegou então à intervenção divina. E como Deus não falha jamais: “Então lhe apareceu um anjo do céu que O confortava”. Lucas 22:43.
O cálice pode ser inevitável, o grão tem que morrer para dar fruto. Mas Deus não permitirá que exatamente nos minutos que antecedem a nossa crucificação fiquemos totalmente abandonados. Ele sabe até a onde podemos resistir.
Se estamos morrendo é para que Cristo viva intensamente em nós, seja qual for nossa morte. Não esqueçamos: Deus é Deus de vida abundante.
Leia Mais




QUEBRANDO O ENCANTO

Neste ano de 2007, Deus nos deu uma grande bênção: a aprovação no primeiro vestibular, na Universidade Federal de Sergipe. Estou próximo de avançar ao segundo período do curso de Administração e ainda me faltam palavras para agradecer a Deus por essa bênção. Mas com ela também me veio uma matéria obrigatória que com certeza tem sido muito usada por satanás para confundir e até mudar a cabeça de muitos jovens cristãos: a Filosofia. Os professores são cheios de artimanhas e questionamentos que muitas vezes abalam a fé de alguns. No meu caso, estou sendo “forçado” a ler um livro de Daniel Dennett, um dos maiores céticos da filosofia contemporânea. O livro se chama Quebrando o Encanto e trata da religião, seja ela qual for, como fenômeno natural, cultura criada por homens. Em algumas passagens do texto, o autor deixa claro seu desprezo pelas religiões sob o argumento de que elas são simbiontes culturais que são passados de pais para filhos, prolongando assim por décadas e até séculos, dogmas e crenças criadas para fins que ele ainda tenta definir concretamente. No entanto, não quero aqui refutar o filósofo, mas sim concordar com ele. Tenho visto e me entristecido muito, às vezes desanimado, em ver que a Igreja hoje vive absolutamente dominada por um encanto: a religiosidade. Muitos cristãos hoje vivem uma vida de rotina religiosa. Vão à igreja aos domingos (durante a semana, esporadicamente), dão seus dízimos e ofertas, cumprimentam os irmãos na saída dos cultos e voltam para suas casas para esperar a semana passar e no próximo domingo retomar com a rotina. Quantas vezes nesse intervalo entre os dias de cultos fazemos O NOSSO culto a Deus? Quantas vezes separamos o nosso tempo para estar com Deus a sós? Estamos vivendo uma letargia espiritual porque nos deixamos encantar pela religiosidade, porque nos contentamos com apenas ouvir palavras no culto e deixa-las de lado até o próximo encontro na igreja. E mais uma vez concordando com Dennett, estamos apenas prolongando a vida de dogmas e crenças que não fazem diferença alguma na nossa vida. Estamos presos à religiosidade. Religião não salva, estamos cansados de saber isso, mas não pomos em prática o que sabemos que nos dá a vida eterna: a Santidade. E não a conseguimos apenas freqüentando os cultos e abraçando os irmãos, mas crucificando a nossa carne, o nosso EU, para vivermos uma vida de piedade e comunhão com Deus. Precisamos URGENTEMENTE lutar para quebrar o encanto que está sobre nós e viver a plena Santidade do Senhor, para que pessoas como o autor do livro vejam que não apenas praticamos uma religião, mas sim vivemos a vida de Cristo. Renato Barba.
Leia Mais




É A VOLTA DE JESUS




Esta afirmação de Jesus me entristece profundamente. Posso imaginá-Lo, sentado no Monte das Oliveiras com os discípulos a sua volta, curiosos, fazendo perguntas, enquanto Jesus vendo o futuro, com o olhar penetrante, profetiza:

“Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. Mateus 24: 12,13,14.

Apesar de todos os prenúncios da sua vinda quanto aos falsos profetas, às apostasias, aos gananciosos e todo o caos que viria sobre este mundo na aproximação da sua vinda, parece que muitos de nós estamos desejando mais intensamente um revolucionário político que mude a nossa história, como esperavam os judeus quando lhes foi anunciado o nascimento do Messias, que o arrebatamento da igreja de Cristo.
Deus meu! Quando disserem:

“Há paz e segurança, então virá à repentina destruição”. Mateus 5:3ª.

Não há mais concerto para este mundo caótico, a iniqüidade está mesmo se multiplicando, já estamos vendo suas drásticas conseqüências até na própria natureza.

"A natureza geme e suporta aflições até agora na ardente expectativa da revelação dos filhos Deus". Romanos 8:22.

O que temos que fazer é zelar pela nossa fé e lutar para levar o evangelho a toda parte para que os filhos de Abraão que ainda estão encantados com a aparência deste mundo tenebroso venham para o aprisco e assim venha o fim. Não permitamos que o nosso amor esfrie por causa da maldade se temos toda bondade do Nosso Pai Celestial ao nosso dispor. Nem estejamos em meio às cinco virgens loucas.

“Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas”. 1ª Tessalonicenses 5:4,5.
Leia Mais




O CÉU É NOSSO




Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, Eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar.
E, quando Eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. João 14:1,2,3.
Ah, quantas pessoas crêem que o céu não passa de uma utopia vivem a vida pensando que depois da morte Deus fará delas o que bem lhe aprouver. No entanto, qual o pai que não deseja que seus filhos morem com ele? Imagine o Pai perfeito que nos criou para vivermos em absoluta comunhão com Ele?
Incrível, que cremos tanto no diálogo da cruz do calvário feito entre Jesus e o ladrão:
“Lembra-Te de mim quando vieres no Teu Reino”.
“Jesus lhe respondeu: Em verdade em verdade te digo: Hoje mesmo estarás comigo no paraíso”. Lucas 23: 42,43.
Talvez pelo fato de que ele tenha se arrependido na hora da sua morte na cruz, muitas pessoas o chamam de bom ladrão. Sabemos que o ladrão vem para matar, roubar e destruir. João: 10:10. No entanto, o céu está preparado para todos aqueles que, arrependidos dos seus pecados, receberam Jesus como Salvador e Senhor das suas vidas. O filho tem direito legal de morar na casa de seu pai.
“Mas, a todos quanto o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, os que crêem em Seu nome”: João 1:12.
No céu ninguém entra por haver feito boas obras, e sim por haverem sido lavados os seus pecados no sangue precioso de Jesus Cristo. As obras são o fruto de uma fé viva no Filho de Deus.
“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras para que ninguém se glorie”. Efésios 8,9.
Com certeza o céu foi preparado para nós. Arrependamo-nos dos nossos pecados, para que eles sejam lavados no sangue de Jesus então viveremos com Ele para sempre, quando Ele voltar para buscar a Sua igreja comprada pelo preço do Seu sangue tão precioso.
Leia Mais




A BÍBLIA




“Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para educação na justiça,” 2ª Timóteo 3:16
Quantas vezes ouvimos pessoas dizerem: Não creio na bíblia porque ela foi escrita por homens.
Então perguntamos: Não seria que todas essas pessoas crêem nas ciências, sejam quais forem? Por que as pessoas crêem tanto em história e muitos até crêem em absurdos sobre a origem do mundo? Não foram por acaso homens que nos contaram e contam ainda como foram as grandes descobertas dos países, contam sobre guerras, inconfidências, golpes militares, etc.? E até mesmo sobre vidas que existiram há bilhões de anos, como a questão dos dinossauros. E por que as pessoas acreditam? Foram homens que escreveram e são eles que escrevem até hoje a nossa história.
Por que a Palavra de Deus, que tem se cumprido cabalmente em tantas vidas quantas queiram, ensinando-nos como buscar em Cristo libertação dos vícios, de possessões demoníacas, do banditismo, de enfermidades incuráveis, e de tantas outras mazelas que oprimem ao ser humano é reputada como “coisa escrita por homens”?
Jesus advertiu: “Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”. João 5:39.
Não seria a falta de conhecimento da Palavra?
Claro, ninguém que se esmere em conhecê-la e vivenciá-la, jamais terá dúvida que a Bíblia é a Palavra de Deus. Ela conforta, ensina, traz esperança, fé e confiança na Soberania de Deus.
Respondeu-lhes Jesus: “Errais, não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus”.
Não podemos seguir uma doutrina sem termos conhecimento dela. Não podemos conhecer a Deus se não examinamos Sua Palavra que, como Jesus mesmo falou, dá testemunho dEle.
Em suma, a Bíblia é nossa regra de fé. Porque a Palavra de Deus é viva, e eficaz, mas penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir a alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração. Hebreus 4:12. .
Leia Mais




O CAMINHO E A ESCOLHA






Pecado (culpa, delito, iniqüidade, transgressão).
Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 6:23.
Esta morte não significa a morte física, que todos nós passaremos por ela se não formos arrebatados antes. Esta é a morte eterna, salário do pecado, condenação definitiva, separação absoluta de Deus.
Foi exatamente para que não passemos por esta tão terrível morte que Deus mandou Jesus Cristo, Seu Filho amado, morrer em nosso lugar, levando sobre Si todas as nossas culpas.
Agora temos livre escolha. Podemos decidir onde passaremos a eternidade. Se quisermos passá-la ao lado de Deus, temos um caminho a seguir.
“Respondeu-lhe Jesus: Eu Sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. João 14:6.
Como então conhecermos Este caminho? A Bíblia sagrada nos revela exatamente o necessário sobre Este caminho. Ela contém a biografia de Jesus e todos os ensinamentos dados por Ele para nossa caminhada terrena. Sabendo que Ele de antemão nos advertiu: “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”. Mateus 7:13,14.
O que então é melhor para nós? “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma”? Mateus 16:26.
Será que os valores deste mundo tenebroso nos trazem alguma garantia para a eternidade? Sejamos prudentes. Todos nós compareceremos perante o tribunal de Deus, e ali haverá justiça.
“E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo,” Hebreus 9:27.
Leia Mais




NÃO AMOLDEMOS DEUS

Tem muita gente por aí querendo pôr Deus em um molde, dizendo: Ele só age assim, só tem esses meios através dos quais Deus responde. Outros dizem: Você tem que pedir desta ou daquela maneira ou não tem resposta, ou você não recebeu porque não teve fé suficiente. E quantos impedimentos mais são postos diante dos filhos de Deus já tão machucados e que carecem tanto das bênçãos do Pai. Enquanto O Eterno há séculos e séculos já declarou: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz O Senhor, porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos”. Isaias 55:8,9. Convido você a ler com bastante atenção a Palavra de Deus e você perceberá como Deus agia e age de maneiras diversificadas, surpreendentes, grandiosas, porque Ele é O mesmo ontem hoje e será eternamente. Já vi atuação de Deus que na hora pensei que era Simplesmente coisa de homem, para mim foi chocante. Um pastor que estava ali ministrando cura, e era gordo, deu um soco na barriga de uma menina bem magrinha. Ela sofria terrivelmente do ovário. Eu sabia, no entanto, que aquele pastor era homem de Deus. Fiquei então calada e depois de uns dois meses fui conversar com a garota que sofreu a ação, e qual foi minha surpresa quando ela falou pra mim: Eu fui curada. E ela ainda me falou que não doeu nada. Jesus curou um cego e ele ficou vendo os homens como árvores que andavam. Depois impôs novamente as mãos e ele passou a ver perfeitamente. Marcos 8:24. Por que Jesus não o fez de uma só vez? Não somos nós quem determina o tempo e o modo de atuação do Pai. Ele é soberano, sábio, conhece Sua criação. Entreguemos-nos apenas aos cuidados dEle confiadamente.
Leia Mais




segunda-feira, 27 de agosto de 2007

FILHOS DE DEUS?

Porque O Filho do homem veio buscar e salvar o perdido. Lucas 19h10. Muitas vezes se diz com tanto desdém: Era o demônio e agora é santinho. Foi para a igreja dos crentes, anda com a bíblia na mão, virou santo. Durante vinte anos da minha vida trabalhei com viciados em drogas, alcoólatras, homossexuais e outros. Vimos tantos e tantos chegarem ao Centro de Recuperação completamente sujos, loucos, desajustados e rejeitados, muitas vezes pela própria família. Que alegria não sentíamos todos nós quando víamos o resultado do nosso empenho, após nos entregarmos voluntariamente àquele trabalho dia e noite, sem feriados ou fins de semana. Eles eram a nossa motivação. Raramente algum pai ou mãe vinha pelo menos agradecer após seu filho ou filha voltar para casa reabilitado (a), reintegrado (a) à sociedade. E na maioria das vezes eles mesmos desapareciam com um até logo. Algumas vezes encontrávamos um ou outro trabalhando, na faculdade, casado, vivendo uma vida normal. Então abraçava-nos e dizia: Ah, sempre quis agradecer-lhe, eu estou muito bem. E saíamos daquele encontro glorificando a Deus por aquela vida resgatada, embora soubéssemos de uma forma ou de outra que muitos e muitos outros estavam completamente restaurados. Não seria maravilhoso se todos “os demônios” virassem santos? Que fantástico que Jesus tem outra idéia a respeito daqueles que para muitos não merecem perdão. Quando Criticado pelos “dignos” porque estava comendo com essa classe imperdoável para muitos, Ele contestou: “Os sãos não precisam de médicos, e sim os doentes”. Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento. Lucas 5:31,32. Agradeçamos a Deus pelo sacrifício do calvário, porque somente aquele sacrifício derramando Sangue Inocente pôde oferecer gratuitamente perdão a qualquer um de nós. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8,9.
Leia Mais




PAZ




O que é paz? Hoje alguém me falou: Quando entro aqui na sua casa sinto uma paz tão grande. É como uma coisa assim... e fez um gesto de quem estava navegando. A paz começa dentro de nós e se propaga onde estamos.

“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. João 14:27.

Paz, para mim, não é o resultado da falta de problemas, não é estar com todas as coisas sob controle, mas é a certeza de que Cristo está no meu barco. Se as ondas se levantarem, o mar rugir e ameaçar sucumbir o meu barco, Ele simplesmente levanta e com toda autoridade diz: “Aquieta-te mar!”. Que incrível este homem que até o mar e as ondas lhe obedecem.

“No dia em que temo em Ti confio”. Salmo 56:3.

Paz é a certeza de que Deus está andando comigo. É quando o meu coração não me acusa. Depois de haver confessado os meus pecados, pedido perdão, sinto aquele descanso, aquela alegria que inunda o nosso coração de gratidão e louvor. Paz é uma absoluta comunhão com O Nosso Criador.
Deus nos chama para a paz, e ela procede do Senhor. Portanto, tenhamos comunhão com Ele e o nosso coração desfrutará desta gloriosa e perfeita paz que nada neste mundo pode dar, dinheiro algum pode comprar ou homem algum, a não ser O Filho de Deus, pode soprar sobre nós.
Leia Mais




FALARAM DE MIM



E também os que passam não dizem: A benção do Senhor seja convosco! Nós vos abençoamos em Nome do Senhor! Salmo 129:8.

Era um costume em Israel que os transeuntes ao passarem pelos ceifeiros assim lhes saudassem recebendo em resposta a mesma saudação.
Muitos de nós ficamos amargurados, machucados, revoltados quando sabemos que alguém falou mal de nós, expondo-nos a julgamentos injustos. E às vezes vamos até tirar satisfação com a pessoa que nos difamou, etc. No entanto quantas vezes nós mesmos já não nos ajuntamos com aquela pessoa que falou de nós e falamos de outros, sem que isso nos causasse nenhum incômodo?

“Pois em seu coração você sabe que muitas vezes você também falou mal de outros”. Eclesiates 7:22. (NVI).

Tornamo-nos verdadeiros hipócritas quando nos derramamos em críticas contra o maledicente. Não podemos deixar de reconhecer que uns falam mais outros menos, mas que todos nós, aqui ou acolá, falamos de alguém. E muitas vezes quando somos alertados para o nosso pecado, ficamos contrariados e ainda dizemos: Mas eu estou dizendo a verdade. Só que não queríamos ouvir que ninguém dissesse uma má verdade sobre nós e ainda mais sem estarmos presentes para algum esclarecimento.
Muitos até acreditam que não seja maledicência quando se está comentando algo que realmente aconteceu ou que é verdadeiro na vida da pessoa em avaliação, desde que a pessoa não seja ela. No entanto, a palavra maledicência significa a ação ou hábito de falar mal de alguém. Existem então muitas maneiras de se comentar mal das pessoas; por essa razão o apóstolo Pedro recomenda:
“Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e inveja e de toda sorte de maledicências”. 1ª Pedro 2:1.

Com certeza, deixando essa prática perniciosa, teremos maior paz com Deus e evitaremos desgastes emocionais para alguém e para nós.
Que tal aprender com os judeus a abençoarmos? Conheci essa prática também em Santa Cruz de La sierra, em Bolívia. Quando nos despedíamos após o culto as pessoas nos diziam: Bendiciones! Como eu gostava de ouvir aquela ministração. (Leia aqui no site: “Disse Me Disse
Leia Mais




AMAR A DEUS



“Aquele que tem os Meus mandamentos e os guarda, esse é o que Me ama; e aquele que Me ama será amado por Meu Pai e Eu também o amarei e Me manifestarei a ele”. João 14:21.

Sempre ouvimos esta famosa frase: Eu amo a Deus.
Será que nós temos consciência do que estamos afirmando?
Simplesmente basta pensar o que muitas pessoas são capazes de fazer quando amam outra incondicionalmente. Quantos sacrifícios, às vezes passam humilhações, usam telefones, celular, internet, muitas orações, seja onde for. Em fim, correm atrás mesmo, seja de dia, seja de noite. Enfrentam às vezes até perigos, mas vão em frente até as últimas conseqüências, muitas vezes sem certeza de retorno.
Quanto à busca de Deus, será que nós seremos capazes de investir todos os nossos recursos e buscarmos a Ele de corpo, alma e espírito? Será que estamos dispostos a lutar em oração, gastarmos tempo nesta demanda absolutamente compensadora? Seríamos capazes de ficar aos pés de Jesus como Maria, irmã de Lázaro, ficou? O buscaríamos pelas madrugadas adentro com a mesma intensidade com que tantas vezes ficamos assistindo um filme, outros em festas ou até mesmo num bate-papo que lhes agrada? Esforçariamo-nos com todo empenho para termos uma vida íntima com Ele? Empenharíamos todos os nossos sentidos para descobrir o que Lhe agrada, como fazemos com quem amamos?
Amar ao Senhor é lutar por conhecê-Lo. “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor como a alva, a sua vinda é certa; e Ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra”. Oséias 6:3.
Onde estão os seus mandamentos para que os cumpramos? Na Palavra de Deus, na Bíblia Sagrada. Seriam apenas os dez mandamentos? A Bíblia é um conjunto de regras a serem vivenciadas no dia a dia. Além de que está impressa em nosso coração a vontade de Deus. É só ouvi-LO.
Leia Mais




PRAGA NENHUMA (Ô Glória!)

Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes, não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênçãos por herança. (Ô Glória!) Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente, aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcançá-la. (Aleluias!) Porque os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas, mas o rosto do Senhor está contra aqueles que praticam males. 1ª Pedro 3:8 ao 12. (Glória e aleluias!). Será que depois desta maravilhosa promessa daquEle que não falha jamais, ainda necessitamos de temer macumbas, pragas, olho grande, maldições e tantas outras maldades que se propagam neste mundo tenebroso? Então leia também com atenção o salmo noventa e um, que é tão conhecido e nos traz mais uma confirmação da proteção absoluta de Deus sobre as nossas vidas. Mostra-nos como os anjos do Senhor estão a nosso serviço, o que também podemos encontrar em muitas outras referências. Devemos temer sim, se não estivermos obedecendo aos princípios desta palavra. “QUEM QUER amar a vida e ver dias felizes” tem regras a obedecer. Com certeza podemos citar com autoridade este texto porque foi esta palavra que trouxemos no nosso coração quando nos casamos, e lutamos por vivê-la, e temos prazer em proclamar que esta palavra é verdadeira. Ela tem se cumprido cabalmente em nosso casamento. Podemos gritar em alto e bom som: Somos perfeitamente felizes, desde o nosso SIM no altar, há dezenove anos, sem medo de nenhuma investigação.
Leia Mais




DEUS QUER CONTAR COM VOCÊ






Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Marcos 15:34b.

Quantos de nós muitas vezes temos nos sentido sós, embora cercados de pessoas, de ruídos, imagens, abraços, beijos, sorrisos e conversas? No entanto, dentro de nós há uma vontade de sumir dali, de voar, de ir para bem longe, onde não ouçamos, não vejamos, não sejamos tocados. Porque ali são apenas vozes, atitudes convencionais. Enquanto nossa alma se debate em busca de algo que corresponda seus anseios, que responda os seus questionamentos, que lhe toque, que lhe fale, que lhe dê esperança.
Encontramos na bíblia vários personagens que estavam vivendo essa situação de solidão da alma. Amarguradas, machucadas, sob o peso de uma esperança incerta. Mas a bíblia nos conta que elas encontraram alguém que lhes falou ao coração, alguém que percebeu, que olhou na alma e captou o drama, o caos e lhes abriu um caminho, lhes conduziu pela mão, lhes afagou em seus braços, gastou horas escutando com interesse e sabendo calar para não interromper ou não dizer nada.
Será que na correria desenfreada deste mundo moderno, diante dos apelos do trabalho, estudos, shoppings, amigos, festas e tantos entretenimentos, além dos nossos próprios problemas, daríamos um espaço para perceber, ver e ouvir? Deus poderia contar conosco para amar a tantos filhos seus que estão vivendo a dor da solidão? Seríamos capazes de sacrificar algo que nos interessa para estender a mão? O que ouviremos do nosso querido Mestre no grande juizo final?

O Rei, respondendo, lhes dirá: ” Em verdade em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”. Mateus 25:40.

Ouçamos os gritos silenciosos da alma daqueles que nos cercam e ajamos como verdadeiros servos de Deus.
Leia Mais




AGRADANDO A DEUS





Abel, por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste. AGRADOU-SE O Senhor de Abel e de sua oferta; Gêneses 4:4.

É por isso que também nos esforçamos, quer presentes, quer ausentes, para LHE SERMOS AGRADÁVEIS. 2ª Coríntios 5:9.

Sem fé é impossível AGRADAR a Deus. Hebreus 11:6.
Entretanto, Deus não se AGRADOU da maioria deles; por isso os seus corpos ficaram espalhados no deserto. 1ª Coríntios 10:5.

Quem primeiro deu a Ele para que lhe venha a ser restituído? Porque Dele, e por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois, a glória eternamente. Amém! Romanos 11:35,36.

Como, pois, podemos agradá-Lo? Ofereçamos nosso corpo, alma e espírito para o seu serviço, para Seu louvor. Não disponhamos do que Ele nos deu para os prazeres carnais, para vivermos segundo as paixões deste mundo. “Sereis Santos porque Eu sou santo”. Levítico 11:44.
O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. 1ª Tessalonicenses 5:23.
Quando nós oferecemos a alguém um presente e percebemos que ele está sendo bem usado, ficamos contentes. Se não o for, ficamos tristes e muitas vezes até pensamos: Nunca mais eu dou. Porque nos desagradou o mau uso daquilo que oferecemos com tanto carinho. Sabemos que Deus não age como nós, muito mais, então, devemos mostrar-Lhe gratidão. Imitemos, pois o nosso irmão Paulo, esforcemo-nos para agradá-Lo.
Leia Mais




CUMPRINDO-SE A PALAVRA

.

Alguns anos já se passaram depois desta maravilhosa experiência.
Lá estava nosso filho primogênito, dia a dia sentindo dores nos lombos sem haver uma explicação. A doença foi se agravando e o pavor de vê-lo paralítico começou me dominar. Era mui difícil para ele levantar-se da cama.
Uma manhã, quando realmente ele não pôde levantar, em angústia profunda eu clamei ao Senhor: Deus se a Bíblia é a verdade quero ver meu filho levantar amanhã de manhã totalmente sarado.
Na manhã do dia seguinte, me veio o medo, a falta de fé. Não tinha coragem de perguntar-lhe como ele estava. Enquanto o observava ansiosa, vi que ele levantou sozinho e timidamente lhe perguntei: Como você está? Para minha surpresa ele respondeu: Não sinto nada. E nunca mais sentiu dores.
Mais!
Estava sozinha no nosso apartamento, fazendo algo na cozinha quando de repente se me apresentou um espírito da altura e largura da porta da cozinha. Imediatamente o mandei embora no nome de Jesus. Ele nem sequer se mexeu. Então comecei a citar todos os versículos que conhecia para repreendê-lo sem que nada o movesse dali. Irada, agarrei a Bíblia, ergui-a para o alto e perguntei a Deus: Esta palavra é ou não é a verdade?
Ao instante me assomou a palavra: Sambalá. Quem conhece a história de Neemias, lembra-se quem era Sambalate. Associei imediatamente ao espírito que agia contra Neemias através daquele inimigo, embora não sabemos se há alguma ligação. O certo é que nos sobreveio um descanso e falamos novamente com Deus: Senhor agora é contigo; ao instante aquele espírito desapareceu. E nós podíamos nos alegrar com a verossimidade da Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada. Não duvidemos das sagradas Escrituras, elas se cumprem absolutamente na vida daqueles que crêem.
Leia Mais




POR QUE DEUS NÃO RESPONDE?




E esta é a confiança que temos para com Ele: Que se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade Ele nos ouve. 1ª João 5:14.

Esta é a questão, simples, clara e compreensível. “Porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis”.
E Aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que Ele intercede pelos santos. Romanos 8:26,27.
Temos que estar sempre em sintonia com O Espírito Santo. Quando desenvolvemos uma profunda comunhão com Ele, é impressionante como sentimos nítido no nosso coração quando oramos segundo a vontade do Pai. E a confirmação é a resposta, sempre no tempo dEle. Também percebemos perfeitamente como o Espírito Santo geme em conjunto conosco quando estamos confusos, agonizando, derramando nosso coração em lágrimas aos pés do Senhor, e sem saber de que maneira orar embora necessitando desesperadamente de uma resposta. E esta empatia do Consolador nos traz o retorno adequado, soberano, pondo alegre canto de vitória em nosso coração então descansado.
A questão então não é por que Deus não nos responde e sim: Estamos orando segundo a vontade do Pai? Não esquecendo que a vontade dEle é perfeita para as nossas vidas e ela não vem antes, nem depois do tempo certo. Oremos então em comunhão com o Espírito Santo ou deixemos que Ele interceda por nós quando não conseguirmos reciprocidade com ele. Não tenha dúvida, Deus responde mesmo!
Leia Mais




ESPEREMOS EM SILÊNCIO


“Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio”. Lamentações 3:26.
Não conhecemos o autor, mas transcrevemos este texto pela verdade encerrada nele:
“A prática do silêncio é evitada porque é através dele que os fantasmas da alma, os medos e angústias que vivem no esconderijo do coração, surgem com todo o seu poder e terror. Mas é também através do silêncio que encontramos o poder de Deus, que faz sucumbir os fantasmas e os medos e que renova em nós a alegria da paz e comunhão íntima com O Senhor”.
Caminhando pela Bíblia, encontramos muitos homens de Deus no deserto, no campo, a sós com Deus e consigo mesmo. Sem dúvida, vemos o quanto esses homens receberam de Deus, o quanto eles foram capazes de assimilar e viver para nos deixar um testemunho não somente verbal, mas especialmente de vida.
Jacó sabia o que queria de Deus e estava disposto a brigar por seu objetivo. Enviou então adiante dele toda a família, servos e servas, para ficar no Vau de Jaboque, onde lutou com Deus e prevaleceu. Gêneses 32:28.
Muitas vezes divulgamos nossos problemas para tantos quantos estejam dispostos a nos ouvir, independente da interpretação que vão dar ou do que farão com a nossa dor. Despimo-nos, ficando expostos às línguas mais impiedosas possíveis. Simplesmente porque não aprendemos, ou buscamos um caminho mais fácil e não nos dispomos a lutar com Deus até prevalecermos.
Está na hora de amadurecermos e irmos para o Vau de Jaboque, ou como Habacuque pormo-nos na nossa torre de vigia, sobre a fortaleza e vigiarmos para ver o que Deus nos dirá e que resposta nos dará da nossa queixa. Habacuque, 2:1.
Deus quer falar conosco em particular.
Leia Mais




NOSSO TEMPO PERTENCE A DEUS

Se aceitamos a Deus como Senhor das nossas vidas, Ele indubitavelmente é O Senhor do Nosso tempo. Como tal, tem o direito de nos dar tarefas para serem realizadas na sua hora. Precisava fazer uma compra urgente. Organizei-me para sair de casa, mas estava embaraçada, sem entender em que e nem por que. Comecei a ficar irritada. Nesses momentos em que não entendemos o que está acontecendo, a gente nunca pára para perguntar: Senhor, estás querendo me falar algo? Simplesmente nos entregamos a um reação carnal. Mas em fim conseguimos sair. Quando chegamos ao final da rua, havia um velhinho caído no chão, ensangüentado e um rapaz tentando reanimá-lo massageando seu coração. Paramos e perguntamos sobre o acidente. O moço respondeu: Ele cuida dos carros aqui. Caiu e bateu com a cabeça na calçada. Em seguida largou o homem, sem crer mais que resultaria o seu esforço para salva-lo. Então nos ajoelhamos ali e começamos a orar. O homem então, tomado por um espírito maligno, começou a contorcer-se. Ordenamos àquele espírito de morte que deixasse o homem, e depois de mais algumas contorções o espírito o deixou. Então nós pedimos que o levassem ao hospital para fazer curativo na ferida que sangrava. No outro dia, passando lá, perguntamos ao moço como estava o velhinho. Ele respondeu: Ah, aquele não tem mais jeito, já morreu. Respondemos a ele que não acreditávamos e que ele iria sarar totalmente, porque havia sido Deus quem agira. Deus não nos havia travado em casa em vão. Três dias depois, passando ali, estava o velhinho. Sentamos-nos, conversamos com ele, contamos o que Deus havia feito e ao dia seguinte lhe deixamos um Novo Testamento. Você duvida que Deus quer contar com seu tempo? E que gozo nos dá quando Ele dispõe do nosso tempo a seu modo. Sempre preciosamente.
Leia Mais




O CINTO







Mas será que Deus se preocupa em me dar um cinto só porque eu o achei bonito? Tudo o que nós gostamos, nos traz alegria e nos faz bem, sendo da vontade do Pai, Ele tem prazer em nos proporcionar. Assim nós cremos absolutamente.
Como missionária, eu não tinha nenhuma fonte certa de renda, vivia exclusivamente na dependência dos cuidados de Deus.

“E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo; eles não trabalham nem fiam. Eu, contudo vos afirmo que nem Salomão, em toda sua glória, se vestiu como qualquer deles”. Mateus 6:28,29.
Passei em uma boutique para visitar uma ovelhinha. Enquanto conversávamos, observei que havia ali um belíssimo cinto. Interessada, perguntei o preço. Ufa! Nem imaginar. Era para mim um preço exorbitante. Sai dali com o cinto na cabeça. Como desejei adquiri-lo!
Fui para outro local encontrar-me com uma amiga. Chegando lá, imediatamente ela me pôs na mão um dinheiro e disse: É para você. Mesmo sem saber quanto ela havia me dado, eu ouvi aquela voz suave, carinhosa dizendo-me: Vai buscar o cinto. Saímos dali. Não cabia em nós tanto contentamento. Tomamos um coletivo em direção à boutique e, feliz da vida, compramos o tão cobiçado cinto. Até hoje, com muito carinho guardamos aquele cinto, como uma lembrança do amor de Deus por nós.
Quantas outras experiências tivemos e continuamos tendo com Jeová Jiré (O Senhor provê). Ele é do tamanho que você ver.
Leia Mais




LEMBRANÇAS

Logo depois que mamãe teve seu encontro pessoal com Deus, minha avó também recebeu a Jesus como Senhor e Salvador da sua vida. Mas após o arrependimento dos nossos pecados, temos ainda um longo caminho a seguir. Minha avó precisava agora ter o seu caráter trabalhado por Deus para que ela fosse restaurada à imagem e semelhança de Deus. “A vereda do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”. Provérbio 4:18. No entanto, minha avó teve uma linda experiência com Deus. Ela descobriu que em um dos seus seios havia se desenvolvido um câncer. Ela ainda era muito jovem, sem nenhum recurso e tampouco havia os avanços da medicina que temos hoje. O câncer foi crescendo e conforme ela e nossa mãe nos contaram, já havia atingido o tamanho de uma laranja. Minha avó estava destinada à morte certa. Com filhas crianças ainda, a sombra de morte naquela casa tornou-se um pesadelo ímpar. Uma bela noite, porém, minha avó estava deitada quando viu aproximar-se dela um homem vestido de branco que colocou a mão em cima do seu seio pressionando-o e lhe deixando claro que ela ainda seria mãe mais uma vez. Minha avó havia sido totalmente curada para a glória de Deus. Teve mais uma linda filha que foi responsável por minha avó até o dia da sua morte, há oito anos atrás. Ela morreu aos noventa e oito anos sem nunca haver se apartado dos caminhos do Senhor. Era uma mulher de fé, profetiza e uma intercessora de muitas lágrimas. Lembro-me da última profecia que nos entregou. Ela já era muito velhinha, mas sua voz era firme e forte, despertando um temor profundo em nossos corações. E tal como profetizou se cumpriu, sem cair nenhuma única palavra por terra. “Certamente, Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e às nossas dores levou sobre Si”. Isaias 53: 4. Ele é O mesmo ontem, hoje e será eternamente.
Leia Mais




domingo, 26 de agosto de 2007

GRAÇA

“Onde abundou o pecado, superabundou à graça”. Romanos 5:20b. Ah Senhor, quantos de nós têm usado esta maravilhosa graça para cultivar os pecados que ainda acariciamos em nossos corações! Como temos pensado tão pouco no valor dessa incomensurável graça. Graça que custou o SANGUE, a vida de Nosso Senhor Jesus Cristo. Pensamos na graça abundante, graça que perdoa, que ama, que tolera, paciente, benigna, cheia de misericórdia. Pouco nos incomoda o saber que jamais poderemos fazer jus a tanto amor do Pai. Antes, pois, de invocarmos ou nos deitarmos em tamanha graça, este amor pelo menos deveria nos motivar a pensar um pouco mais no calvário, no sacrifício de Cristo, na morte degradante que Ele sofreu em nosso lugar. Como gostaríamos que cada um de nós gemesse como o apóstolo Paulo: “Miserável homem que Sou! Quem me livrará do poder da morte que está em meu corpo?” Romanos 7:24 (DHH versão católica em espanhol). Com certeza Paulo, o apóstolo, tinha uma consciência tão profunda do preço que Jesus havia pago pela nossa redenção, que ele chegou a declarar: “Estou crucificado com Cristo. Gálatas 2:19b. Ou seja, me uni com Ele na Sua morte, objetivando que já não seja eu quem viva, mas Ele viva em mim”. Para viver a vida de Cristo neste mundo, nós, os redimidos, RECEBEMOS A GRAÇA necessária. No entanto, somos tão negligentes porque ainda estamos presos a tantas mazelas e pecados no nosso viver. E nem sempre temos disposição para, como Paulo, lutarmos pela crucificação da nossa carne. Embora Tudo possamos naquEle que nos fortalece.
Leia Mais




SEM CULPA




”E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2.

Jesus falou para os discípulos: “Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado”; João 15:3.

É compreensível que a palavra transforma quando a deixamos penetrar em nosso coração e fazer a limpeza. Consequentemente, nossa mente terá uma nova escala de valores, embasada nesta palavra. E com a mente renovada, dominada pelo Espírito Santo de Deus, poderemos então captar as verdades espirituais.

Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura: e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1ª Coríntios 2:14.

Depois de interiorizadas estas verdades, passamos a uma comunhão mais íntima com Deus. E como Senhor das nossas vidas, Ele nos guiará por Seus caminhos que são bons agradáveis e perfeitos.

É interessante que lemos no Salmo 37:4 “Agrada-te DO Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração”.

Trazemos aqui a lembrança de que nem sempre a vontade de Deus coincide com os nossos desejos, não podemos esquecer que somos ainda carne e sangue e que o nosso coração continua enganoso e que não temos a mais ínfima idéia de como Deus trabalha em nós para a eternidade. Intriga-nos o fato de estarmos orando para que Deus sare alguém que amamos profundamente, e esse alguém morre. Ele cumpriu seu propósito. Ou também estarmos ameaçados de perder o emprego; oramos para que tal não aconteça, e sabe lá Deus porque, perdemos o emprego. Oramos por uma cura e lá nos vamos para o hospital entre a vida e a morte e somos curados por mãos de médicos. E em muitas outras circunstâncias perguntamos por que Deus age assim?

“Os meus olhos desfalecem de aflição; dia após dia, venho clamando a ti, Senhor, e te levanto as minhas mãos”. Salmo 88:9.

Expressões semelhantes encontramos em toda Bíblia. Nem sempre entendemos ou nos é revelada a vontade do Pai, embora saibamos que é perfeita, boa e agradável. O salmista Davi sabia perfeitamente quantas vezes Ele fez das suas lágrimas a sua água. Portanto, ele nos estimula: Agrada-se DO Senhor. Ele é soberano, o que Ele faz agora você não entende, mas entenderá depois. Não vivamos debaixo de um peso de culpa porque nossos desejos nem sempre são atendidos, mas louvemos ao Senhor pela sua soberania.
Leia Mais




NINGUÉM PODE MEDIR NOSSA FÉ




“Todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Hebreus” 10:38.

Qual a força que nos conduz persistentemente neste caminho estreito e tão espinhoso se não a nossa fé em Cristo Jesus?
Quantas vezes por uma interpretação precipitada de um versículo isolado, julgamos nossos irmãos que estão vivendo algum tipo de adversidade. E quantas vezes, contrariando o amor de Jesus, esmagamos a cana quebrada e apagamos a torcida que fumega? Mateus 12:20.
Podemos ter fé suficiente para sermos curados e nos faltar fé quando não temos o dinheiro necessário para algum suprimento. Podemos ter fé na proteção de Deus ao enfrentarmos um perigo e não termos fé na direção de Deus para resolver nossos problemas. E em quantas ocasiões precisamos desesperadamente dizer: Ajuda-me na minha falta de fé! Marcos 9:24b.
É anticristão atribuirmos a nosso irmão a culpa pela sua adversidade, acusando-o de falta de fé, quando nós mesmos, em tantas circunstâncias, descobrimos que, apesar da nossa fé, estamos vivendo as aflições peculiares ao povo de Deus. Se quisermos ser misericordiosos como nos ensina nosso querido Mestre, devemos seguir o exemplo do nosso irmão Paulo:

“FORTALECENDO a alma dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé; e mostrando que, através de MUITAS TRIBULAÇOES, nos importa entrar no Reino de Deus”. Atos 14:22.

Levemos as cargas uns dos outros, considerando suas limitações em vez de pormos mais peso em cima de suas já grandes cargas.
Leia Mais




O AMIGO PASTOR



“Vendo Ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e
exaustas como ovelhas que não têm pastor”.

É natural que se eu ou você observarmos uma multidão, vejamos apenas um aglomerado de pessoas. No entanto, Jesus vê você, vê a mim, vê o outro que está do meu ou do seu lado, que não conhecemos. Ele vê a cada um em particular. Ele penetra lá no mais profundo do nosso ser, conhecendo as nossas dores, mágoas, traumas, ansiedades e toda gama de sentimentos que invadem o nosso coração e espírito, tirando-nos a alegria da vida.
Silenciosamente, deixando-nos apenas sentir Sua doce presença, Ele espera que O invoquemos, que O convidemos a uma amizade profunda, transparente. Então, Ele olha diretamente nos nossos olhos e com muito amor nos diz onde falhamos, que devemos perdoar aos que nos feriram e nos ensina a tirar lições maravilhosas de cada um dos nossos sofrimentos. Porque “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”.
Não podemos esquecer que Jesus é nosso melhor amigo, que Ele se importa conosco, que Ele sofre nossas dores, que nos ama incondicionalmente. Ama-nos como nós somos. Jamais faz acepção de pessoas, Ele tem sempre tempo para todos os amigos em todas as horas. Ele não é inconveniente, espera a hora certa de falar e nunca se cansa de ouvir, mesmo quando nós falamos coisas que a qualquer outro amigo parecesse “besteira” demais. Ele sempre interpreta da forma certa, porque Ele nos conhece absolutamente.
Você e eu, não somos mais um na multidão, mas sim como aquela ovelhinha, que, deixando noventa e nove no curral, Ele sai entre espinhos, pedras, sol causticante, enfrentando todos os obstáculos, por piores que forem, para buscar e levar com gozo em Seus braços.
Leia Mais




SOSSEGA




“Assim diz O Senhor Deus, O Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação na tranqüilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes”. Isaias 30:15.

Como Israel, quantas vezes diante das dificuldades que surgem, impedindo-nos de continuarmos a nossa jornada, procuramos ajuda de um lado para outro, até a exaustão, impelidos pela ansiedade, pela urgência do tempo que se nos escapa. Frustrados, então, começamos a lamentar a ausência de Deus na hora em que mais necessitávamos dEle. Embora nunca tenhamos feito como Davi: “calar e sossegar a nossa alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe”. Salmo 131: 2.
Muitas e muitas vezes esse precioso salmista nos ensina como adorar e louvar a Deus nas profundezas, lá do fundo do poço, onde não há cordas para nos alçar, nem forma de escalarmos as paredes escorregadias: Nossa alma espera no Senhor, nosso auxílio e escudo. “NEle o nosso coração se alegra, pois confiamos no Seu Santo nome”. Salmo 33:20,21. Tudo que necessitamos, no entanto, está ali, em nós, olhos e ouvidos. Erguendo os olhos para cima, que fazer Senhor? Nossos ouvidos ouvirão a Sua voz: Este é o caminho, andai por Ele.
E o tempo que está voando? “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. Eclesiastes 3:1. Confiemos na Soberania do Pai. Quando a nossa hora chegar, Ele saberá. Ele não atrasa nem adianta, é pontual. Confiemos nEle.
Leia Mais




UM ANJO AO MEU SERVIÇO




Deus é do tamanho que você crê. “Se creres verás a glória de Deus”. João 11:40.
Essa experiência não é tão antiga quanto as que viveram nossos irmãos que registraram os fatos na palavra; no entanto, O Deus é O mesmo. E os mesmos anjos que os serviram são os que estão hoje a nosso serviço, conforme promete Deus na Sua Palavra.
Estava voltando de férias, para Três Lagoas - MS, onde dirigia a obra Peniel na época. Vindo de S.Paulo, o ônibus passava em uma estrada não só paralela, mas que ficava bem próxima ao Centro de Recuperação. Alguém estaria me esperando na entrada da rua. Eu estava atenta para descer no lugar certo, era madrugada. Não digo por um acaso, mas por providência, passei da parada, e, ao invés de seguir para rodoviária e de lá telefonar, desci vários quarteirões adiante e o mais interessante é que fui impulsionada a fazê-lo.
Após pegar minha maleta, que não era pequena (um mês de férias), fiquei ali olhando o ônibus ainda parado, um tanto ansiosa, querendo voltar, mas parecia que estava colada ao chão. Se foi o ônibus. Olhei em volta e vi dois homens dormindo em uma calçada. Tive medo, estava completamente só; não havia cabine telefônica e nem eu poderia carregar aquele maletão. Deus meu, que faço agora? Quando de repente vi um moço loiro ao meu lado, com uma maleta na mão. Ele me estendeu um papel um tanto amassado e perguntou: Sabe a onde fica este endereço? Alegre, disse-lhe: É meu bairro, mas não conheço essa rua. Ele em silêncio pegou minha mala e me entregou a sua. Meu maletão parecia uma leve sacola em sua mão, enquanto a dele parecia vazia.
O mais interessante, é que ele saiu andando pelo caminho certo e em nenhum momento me perguntou por onde era a entrada e sempre seguindo uma pequena, mas considerável distância a minha frente. Chegando ao Centro, ele se deteve. Eu lhe falei é aqui. Ele pôs a mala no portão e olhando para mim perguntou:
- Sabe onde tem pão? Admirada, lhe respondi:
- A esta hora? Como ele não me respondesse, continuei: Se o senhor quiser pode dormir aqui, é um centro para rapazes e logo cedo alguém lhe ajuda descobrir o endereço.
Ele não aceitou. Deu dois passos a frente e desapareceu misteriosamente diante dos meus olhos alarmados. ANJO?! Tenho absoluta certeza.
DEUS É DO TAMANHO QUE VOCÊ CRÊ.
Leia Mais




PAVÊ OU SORVETE




Estava só em casa. Meu coração estava profundamente ferido com o descaso de algumas pessoas que estavam pondo muitas condições para realizarem o mínimo para Deus. Eram apenas aquelas pessoas com as quais poderíamos contar.
Conversando com Deus, falei pra ele da minha tristeza e lhe disse: queria tanto um carinho Teu. Mas não quero espiritual, quero uma coisa aqui da terra, bem humana. Poso fazer, mas eu gostaria que você me desse ou um pavê ou sorvete. Continuei na minha tarefa, quando tocou a campainha, era um adolescente. Entrou com uma sacola na mão e cantou: Trouxe um presente pra mãe e pro filho, entregando-me a sacola. Era o sorvete. Não podia crer. Olhei pra cima e ri; não lhe falei nada no momento. Ele se foi.
Almocei e deitei. Não consegui cochilar então, comecei a ler. Não me concentrei, levantei e fui para sala. Ali estava meu marido, sentado. Ele havia chegado exatamente da casa da tia daquele adolescente, e me falou: olha na geladeira. Tem um pavê para você. Abobalhada, lhe perguntei: o quê? É, a Marluce mandou. É de maracujá.
Como tem sido o seu relacionamento com Deus? Lembra-se de Pedro, quando estava preso e o anjo foi soltá-lo, como ele cuidou dos pés de Pedro?
Aquela foi uma atitude que muito me emociona. “... Cinge-te e calça as sandálias”. Atos 12:8. O que nos molesta, fere o coração do Pai. Somos a menina dos seus olhos. Zacarias 2:8. Acreditemos que Ele se importa plenamente conosco.
Leia Mais




DIGAMOS NÃO AO PECADO





“O pecado jaz a tua porta a ti cumpre domina-lo” Gêneses 4:7b.

Ló vivia em meio a uma cidade totalmente corrompida, mas ele escolheu o temor do Senhor. Gêneses, capítulo 19. Encontramos um Noé que era um homem justo e íntegro em uma cidade onde todos os habitantes eram totalmente degenerados, mas ele andava com Deus. Gêneses 6:9. Outro exemplo de vida: Enoque. “Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si. Gêneses 5:24
Alguém pode pensar: “mas esses eram santos, eram os homens da bíblia”. Vamos ver o que Tiago fala sobre Elias? “Elias era homem semelhante a nós, sujeito as mesmas paixões...” Tg 5:17. No entanto, era um tremendo profeta de Deus, poderoso em oração, Porque o Deus que os santificava é o mesmo que nos santifica hoje.
Nesses santos homens habitava o mesmo Espírito Santo que vive em nós. Jesus disse aos discípulos: “Recebereis poder ao descer sobre vós O Espírito Santo e sereis minhas testemunhas...” Atos 1:8. Só pode testemunhar quem viu, ouviu ou conheceu. João disse: “Temos crido e conhecido que Tu és O Santo de Deus”. João 6:69.
O que ficou explícito aqui foi que, para testemunhar, é necessário estar cheio do Espírito Santo. “Sem mim nada podeis fazer”. João 15:5.
O que temos que admitir é que ainda amamos o pecado, que determinadas transgressões ainda nos seduzem a ponto de negarmos a eficácia da nossa transformação. Paulo nos aconselha a desenvolver a nossa salvação, ou seja, torna-la efetiva. Filipenses 2: 12b.
O que falta a muitos de nós é descobrirmos o sabor da comunhão com Deus, o gozo de obedecê-Lo, que supera totalmente as ninharias de prazer que o pecado nos oferece. Lutemos por andar com Ele.
Leia Mais




DEUS É BRAVO?





Quantos de nós sofremos pela imagem que nos passaram de um Deus agressivo, vingativo, punidor?
Desde criança, creio que a maioria de nós ouvia a famosa frase: Deus castiga! E como muitos de nós, em silêncio, odiávamos esse Deus e queríamos está bem longe dele!
Quantas vezes questionei na minha cabeça: Por que não posso escolher? Ou vivo para esse Deus ou sou do diabo. Quanta injustiça! Eu não tenho outra opção? Não quero um, nem outro. E me amargava sozinha, sem achar solução.
Como foi maravilhoso o dia em que encontrei Este Paizão cheio de amor e ternura, ainda que de pronto não O tenha reconhecido. Mas Ele me abraçou, me acolheu, me afagou e começou a reeducar minha cabeça cheia de religiosidade, de castigo, de punição para cada escorregadela. Começou a me fazer entender que um pai que ama realmente seu filho, o senta no colo e diz a ele que ele errou, mas pode acertar agora, e que errar é natural enquanto a gente não aprendeu bem as lições.
Ele me fez perceber o quanto Ele é paciente e como espera para ter compaixão de nós. E até mesmo quando a gente teima em errar e volta machucado, chorando, pela conseqüência do nosso pecado, Ele nos leva a confissão, ao arrependimento e ainda trata as nossas feridas com tanto amor que nos constrange.
Ainda me levou à compreensão de que, conhecendo como foi formado o caráter de cada filho dEle, Ele trata com cada um segundo sua formação.
Gasta o tempo necessário com cada um até que cheguemos à estatura de varão perfeito, sabendo que a vereda do justo é como a luz da aurora que vaaaaaaaaaaaaaaai brilhando mais e mais atéééééééééé ser dia perfeito.
Provérbios 4:18. Você ainda pensa que Este Paizão é bravo? Leia Lucas 15:11-32. É exatamente aquele o modelo de pai segundo o coração do Nosso Pai celestial. Guiomar Barba.
Leia Mais




É DIFICIL, MAS DEUS ME AMA.




Sinto-me orgulhosa de transcrever esta página do boletim de 17 de abril de 2005 da IEP. Foi uma explosão do amor e compreensão pelo paizão celestial que nosso filho primogênito demonstrou que nutria, e ainda prova que nutre em seu coração. Ele tinha apenas quinze anos. Vejamos:

Eu que o diga.
Faz cinco anos que moro no Brasil, e nesses cinco anos, estive em todas as casas, menos na minha.
Minha mãe então, está nessa vida desde a sua juventude.
Desde que estamos aqui no Brasil meu pai nunca ficou mais que um ano em um trabalho. (Os trabalhos do meu pai são sob contrato, mas agora o contrato foi de dois anos).
Mas, sabe o que eu acho bonito nessa história toda? É que mesmo passando por tantas dificuldades e provações, eu posso dizer, gritar e bradar que DEUS ME AMA E ESTÁ SEMPRE AO MEU LADO; ELE NUNCA ME DESAMPARA!
Outra pessoa pode dizer: “você ainda diz que Deus te ama”? Imagina se Ele não te amasse!
Eu responderia assim: Você já ouviu falar de Jesus? Ele foi morto numa cruz, depois de ser estupidamente chicoteado. Mas Ele sofreu tudo isso porque Deus não O amava? Não! Deus tinha um propósito naquilo, e se aquele propósito não fosse cumprido, não sei o que seria de nós hoje.
Deus sabe o que faz, e não se arrepende de nada, pois a Sua vontade é perfeita. Se Ele tem nos guiado por esse caminho, ainda que seja espinhoso e pedregoso, é o melhor para nós, e Ele sabe porquê.
Você já reparou em uma criança? Se a sua mãe diz: “Filho, vá tomar banho, nós vamos sair”. Ela pode até perguntar a mãe para onde, mas não questiona. Ela confia. Dá a mão à mãe, e sai confiando naquela que nunca vai desampará-la. É assim que Deus nos quer, como crianças inocentes que o amam pelo que Ele é, que acreditemos nEle, que nos entreguemos e confiemos na sua vontade sem nos angustiarmos, pois angústia traz aflição, e a vida com Deus é de paz e alegria.
Ainda que sejam momentos difíceis, tudo o que temos a fazer é confiar. Aí, mesmo que o caminho seja espinhoso e pedregoso, nós podemos dizer: “É DIFICIL, MAS DEUS ESTÁ COMIGO, E ME AMA!”. Renato Barba.
Leia Mais




SÓ POR AMOR



Sinto-me feliz em transcrever hoje mais uma mensagem do boletim da IEP do dia 14 de agosto de 2005, desta vez do nosso filho Daniel, na época com onze anos. Ele nos surpreendeu com os pensamentos que se lhe atropelavam na cabeçinha. Vejamos:


E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e opor dentro; não tem descanso, nem de dia nem de noite, proclamando:

Santo, Santo, Santo é O Senhor Deus, O Todo Poderoso aquele que era, que é e que há de vir. Apocalipse 4:8.

Agora fico pensando, com isso tudo e ainda mais, pra que Deus precisa se preocupar com a gente?
Por que Ele nos cuida, nos protege, nos perdoa, e nos ama tanto?
O que Ele ganha perdoado um assassino?
O que Ele ganha nos protegendo do mal?
Que benefício Ele teria amando e se entristecendo por uma pessoa que ignora o evangelho, a palavra e a lei?
Todas estas perguntas ficaram na minha cabeça há algum tempo até que um dia resolvi escreve-las. As respostas de cada uma das perguntas é o amor que Ele tem, é a misericórdia do Senhor.
Deus é tão amoroso e misericordioso que faz tudo isso: perdoa, protege, se entristece por nós, etc.
Não há amor maior que o de Deus! Daniel Barba.
Leia Mais




TRAIÇÃO! PERDÃO?




Sim perdão! A questão é colocar-se na pele do (a) traidor (a). Poderia ser eu quem houvesse traído e não ele (a).
Como eu queria ser tratado (a)?
Gostaria de ser ouvido (a), compreendido (a) e perdoado (a)? Queria que aquele pecado fosse jogado no mar do esquecimento? Queria que se tornasse um bilhete queimado? Queria que não o (a) congelassem em seu erro?
Quantos queriam mais!
Que meus filhos nunca soubessem, e, se tornasse público, que eles me perdoassem, e continuassem me respeitando e confiando em mim como antes. Queria que todos os meus parentes e os dele (a), e os amigos, fizessem também o mesmo, etc.

Esta é a mensagem de Jesus: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra”. João 8:7b.

“Porque o juízo é sem misericórdia para com aquele que não usou de misericórdia. A misericórdia triunfa sobre o juízo”. Tiago 2:13.

Não há justificativa para qualquer classe de pecado. No entanto, não podemos negar que muitas vezes uma pessoa está tão fragilizada, tão machucada, com a auto-estima tão lá em baixo, que se torna vulnerável a um romance extraconjugal que lhe faça sentir-se humano e, como tal, amado, respeitado, desejado, valorizado, e se envolve nessa trama tão maligna, que acaba por destruir, na maioria das vezes, toda sua família. E, embora a outra parte tenha tido uma cota de responsabilidade por toda essa realidade que tornou seu parceiro (a) tão suscetível ao pecado da traição, nem se dá conta do mal tão terrível que causou e começa apenas a jogar pedras.
Por outro lado, não podemos negar que há seres humanos tão doentes de caráter, tão obcecados pelo pecado, que não conseguem ser fiéis nem mesmo a pessoa que ama. Mesmo que sejam perdoados mil vezes, mais mil se puderem, farão o mesmo. Seria melhor que não se unissem a ninguém através do matrimônio.
Se alguém se presta a viver com uma pessoa tão degenerada, se deduz que esta pessoa não tem absolutamente nenhum amor próprio.
Em suma, nosso objetivo é lembrar que devemos perdoar sempre, se quisermos ser perdoados. “Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas”. Mateus 6:15.
Leia Mais




GUARDEMOS NOSSO CORAÇÃO





...Serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam. Isaias 58:11b.

“Quando tudo está em ordem na ponte do comando, o submarino está seguro, sejam quais forem as circunstâncias externas. (Gordon Macdonald).

Salomão, o sábio, nos ensina: “Sobre tudo que se deve guardar, guarda teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. Provérbios 4:23.

Parafraseando um escritor, diríamos:
Salomão vê o coração como uma nascente, e dá a entender que dessa nascente brotam as energias, o discernimento e as forças que não sucumbem às turbulências externas; pelo contrário elas a derrotam. Partindo desse princípio, entendemos que ao guardar o nosso coração, teremos em nós uma fonte de vida, da qual não só nós, como outros poderão beber.
O que não é uma tarefa fácil é guardar o nosso coração. Somos tão vulneráveis a atitudes, palavras e, às vezes, até mesmo a pensamentos que contra a nossa vontade teimam em aninhar-se na nossa cabeça, adoecendo e às vezes até embrutecendo nossos corações. Mas não nos sintamos os últimos dos cristãos, os mais pecadores; passeando pela palavra, encontramos um Davi clamando: “Que o meditar do meu coração seja agradável a ti Senhor”. Nas bem-aventuranças, encontramos Jesus ensinando aos seus discípulos que são os limpos de coração que verão a Deus. Em outra feita Jesus falou para os discípulos: Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado; João 15:3.
Portanto, é a palavra que nos mantém em sintonia com O Espírito Santo. Seja qual for a nossa ocupação, nosso espírito permanecerá ligado ao Santo Espírito de Deus, que estará sempre nos conduzindo pelas veredas da justiça, do amor, da santidade. Não será pelo nosso esforço, mas pelo Espírito, diz O Senhor.
Se você tem lutas nessa área, dificuldade para manter a mente limpa, não se desespere. Calmo, tranqüilo, encha seu coração da palavra, deixando que ela se aprofunde no ser, rumini-a. Isso mesmo, como o boi, engula e traga de volta para a boca e volte a mastigar. Ela é doce como o mel e alegra o coração. Que o nosso coração se torne um verdadeiro cofre para depósito do precioso tesouro que é a Palavra. Só assim, fluirá como um rio de águas vivas. Guiomar Barba.
Leia Mais




MEDOS




Quanto medo no meio do povo de Deus. Medo de ser santo, medo do passado, medo do presente, medo do pastor, medo de não dar certo, medo, medo, medo. Deus, quanto medo!
Alguém me falou: Tenho medo de buscar muito a Deus e ficar doido.
Outro falou: No processo de busca pela santificação, andei me policiando tanto e já não tinha tranqüilidade, era muito medo de pecar.
Creio que é raro se encontrar nesse mundo um pai segundo o modelo de Deus. Porque cada pai já nasceu com um modelo basicamente aquém do modelo paterno, que Deus estabeleceu na Palavra.
No entanto, ainda que pálida, muitos de nós temos uma idéia do paizão que é Deus. Todavia, achamos que não merecemos essa paternidade maravilhosa por estarmos presos ao medo do que fizemos no passado, do que acharam que fizemos ou do que pensamos que fizemos e de tantos outros medos. Deus tenha misericórdia de nós e nos leve a lembrarmos que na cruz Jesus pagou todas as nossas dívidas, até aquelas que cometemos mesmo após havermos sido lavados pelo sangue, sendo tão somente necessário nos arrependermos e confessarmos.
Como, por medo, perdemos tanto da comunhão maravilhosa com O Pai, como deixamos de desfrutar momentos preciosos ao seu lado.
Por que somos tão tolerantes com os nossos filhos e acreditamos que Deus é exatamente o contrário? Que está sempre pronto a nos punir, e cobrar de nós aquilo que ainda não estamos preparados para dar ou aquilo que não aprendemos para viver? Enquanto Ele está sussurrando ao nosso ouvido: Olha “Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele”. Isaias 30:21. Nunca com um chicote, jamais!
Lembremos: todos os santos tiveram seus deslizes mesmo estando crucificados com Cristo. E por que vivenciaram tanto a palavra? Porque creram na paternidade de Deus, no perdão, no amor incondicional.
Aprendamos com eles a sermos um com Cristo, sem medos.
Leia Mais




DEUS QUE CONTAR COM VOCÊ



“Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: Em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas; Pegarão em serpentes; e se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos eles ficarão curados”. Marcos 17,18.
Não temos o dom de cura, no entanto, temos a autoridade do Nome de Jesus. O
Senhor não se limita aos agraciados pelos dons. Ele usa a quem quer, como quer e quando quer.
Estávamos pregando em uma congregação; sentado em uma das primeiras cadeiras estava um adolescente, viciado e de rua. Ele estava com o rosto deformado por uma inflamação em um dente. Em meio à pregação, Deus nos deu uma ordem: Ora por ele para que seja curado e saiba que Eu o amo. Olhei para aquele garoto e pensei comigo: E se ele não for curado? Não obstante a minha dúvida, pusemos a mão sobre a enfermidade e oramos. Ao instante aquele garoto foi sarado.
Em outra oportunidade, passando uns dias na casa de um irmão nosso de sangue, sua vizinha estava com a filha, de mais ou menos cinco anos, prostrada sobre a cama, os médicos não haviam descoberto qual seria àquela enfermidade. Chegamos ali cientes do caso, entramos naquela casa e impusemos as mãos sobre a pequena com muita ternura. Imediatamente, aquela criança levantou-se totalmente curada. Quantas outras vezes Deus nos usou, até mesmo no caso de uma senhora com câncer.
Você é filho (a) do Altíssimo? Você crê que Jesus foi, é, e será eternamente? Por que sair então por aí correndo atrás de supostos “mais poderosos”? Meus queridos, leiam a palavra, creiam na Palavra que é viva e eficaz, vivenciem esta palavra. Não existe ninguém perfeito. Muitos de nós vivemos uma maior comunhão com Deus, o que também requer maior santificação. Mas pela misericórdia de Deus é que todos nós, filhos do Altíssimo, temos o poder do Espírito Santo para abençoar tantos quanto O Senhor queira nos usar para abençoar. Aja! Aja com humildade, reconhecendo que em nós mesmo não habita bem algum e que tudo o que somos e que temos vem de Deus e que: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança. Tiago. 1:17. É hora de vivermos a palavra.
Leia Mais




Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML