sábado, 19 de janeiro de 2008

AMAMOS MARIA MÃE DE JESUS

Como gostaria que as pessoas entendessem que nós, os evangélicos, amamos e reconhecemos a nossa querida Maria como mãe do nosso salvador Jesus Cristo. Li na conceituada revista Ultimato mais de uma crítica de leitores da referida revista a nós evangélicos, com algumas afirmações como a de que nós teimamos em caluniar os católicos chamando-os de idólatras por sua devoção à mãe de Jesus, e que deveríamos ser processados diante de um tribunal se para isso existisse um, e que o próprio Cristo nos julgará. Antes que mais alguém ranja os dentes contra nós e nos mande para a fogueira da “santa” inquisição, gostaria de convidar os nossos leitores a um raciocínio claro e inteligente, já que o próprio apóstolo S.Paulo nos adverte: Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto RACIONAL. Romanos 12:1. Convido você a ter nas mãos a sua bíblia católica e conferir as referências citadas aqui, e se você não crê na bíblia como sendo a palavra de Deus, eu lhe pergunto: Em quem ou que você se baseia para seguir suas crenças? Então vejamos: Peça a Maria que o filho atende: Porque há um só Deus, e um só INTERMEDIÁRIO entre Deus e os homens, JESUS CRISTO, homem. 1ª timóteo 2:5. Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos o ADVOGADO junto ao Pai, JESUS CRISTO, o Justo. 1ª João 2:1. Nas mesmas críticas, diz o leitor da Ultimato que a bíblia é um conjunto que mostra que a salvação não é obra apenas de Cristo, mas de Cristo e de Sua igreja. Maria é o símbolo e a primogênita da igreja. Maria inclusive é anterior a Cristo. Cristo não existiria se não tivesse existido o útero de Maria Sobre a salvação, o que nos diz a Bíblia: Atos 4:11, 12: Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular. E em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome há dado entre os homens, pelo qual devemos ser salvos. A Igreja foi instituída por Jesus e sua missão é: Acolher e discipular aqueles a quem Jesus liberta do pecado. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a Minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Mateus 16:18. Maria, símbolo da igreja: Quando Jesus ia voltar para o céu, Ele prometeu que enviaria o Espírito Santo e que Ele nos guiaria a toda verdade. João 16:7,13. Portanto o verdadeiro símbolo da Igreja é O Espírito Santo que testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Romanos 8:16. Maria primogênita, anterior a Jesus? ...e, agora, glorifica-Me, Ó Pai, contigo mesmo, com a glória que eu tive junto de Ti, antes que HOUVESSE MUNDO. João 17:5. O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos próprios olhos, o que contemplamos, e as nossas mãos apalparam, com respeito ao Verbo (Jesus) da vida e a vida se manifestou, e nós a temos visto, e dela damos testemunho, e vo-la anunciamos, a vida eterna, a qual estava com o Pai e nos foi manifestada. 1ª João 1:1,2. ( João dando testemunho de Jesus) Disse Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. João 14:6. Romanos 1:18-32. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder, como também a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Inculcando-se por sábios, tornaram –se loucos e mudaram a glória de Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível... Útero de Maria: Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos podem ser frustrados. Jó 42:1.
Certamente se Maria houvesse negado o seu útero para conceber Jesus ela teria perdido uma benção sem igual, mas Deus haveria encontrado outra mulher que pudesse ser a mãe do Salvador. Não podemos ignorar que Maria era um ser humano, ela era parenta de Isabel. Logo após a ascensão de Jesus, quando os discípulos se reuniram para orar, Maria estava ali com os irmãos de Jesus Atos 1:14. E na crucificação Maria estava ali junto com sua irmã. João 19:25. O que torna mais patente ainda a humanidade de Maria é que quando José percebeu ou foi informado por ela sobre sua gravidez espiritual, não acreditou. Sabia ele que não havia tido relações sexuais com ela, mesmo sendo seu legítimo marido. Pensou então, em deixá-la secretamente, isso porque ele era justo e não a queria infamar Foi necessário que um anjo interviesse confirmando que a gravidez havia sido por obra e graça do Espírito Santo para que ele assumisse a paternidade. E ele tinha razão, finalmente nunca havia acontecido nada igual, o que prova também que Maria era um ser humano passivo de erros. Não vamos, portanto, chegar ao extremo de crer que existe algum ser mais poderoso do que Deus. Isso realmente evidencia uma idolatria sem precedentes. A própria Maria, após ser avisada pelo anjo que seria mãe de Jesus, cheia do Espírito Santo, compõe um hino a onde em uma das frases ela proclama que Jesus é O seu salvdor: A minha alma engrandece Ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, MEU SALVADOR. Lucas 1:46. Portanto, amemos Maria, reconheçamos a bela e submissa serva que ela foi, mas não queiramos fazer dela uma deusa. Não esqueçamos também que no céu todos são como os anjos, espíritos, como disse o próprio Jesus em Marcos 12:25. Até mesmo o nosso nome será novo. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei Eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que recebe. Apocalipse 2:17. Poderíamos escrever muito mais com referência bíblicas sobre Maria, no entanto, convidamos você, querido leitor, a estudar mais na bíblia a respeito do assunto e descobrir verdades que lhe levarão a conhecer não somente a Deus mas todo o necessário para uma vida cristã autêntica. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

3 comentários:

Warley José disse...

Irmã Guiomar Barba,

Isso é uma realidade. Muitos católicos acham que nós os caluniamos, mas não fazemos isso. Nós apenas buscamos viver segundo princípios, ou seja, simplesmente nos baseamos na Bíblia Sagrada. Muitos nos criticam sem sequer buscar referências nas Escrituras.
Deus te abençoe, ótimo post.

Marcelo Negreiros disse...

Guiomar: Excelente postagem e, como utiliza a Palavra de Deus, é esclarecedora e contundente. Tenhamos em mente que, muitas impressões erradas atribuídas pelos católicos aos evangélicos deve-se à falta de amor com que muitas vezes se faz uma observação Bíblica.
Por isso, novamente a parabenizo, pois, com bastante zêlo e tato, soube ministrar utilizando a Palavra de Deus.

Danuta disse...

Sou catolica praticante,ñ vejo maria como Deusa,Vejo COMO nossa intercessora e mãe protedora do seus servos filho!!Que foi uma mulher e é mulher brilhante e fascinante q esta lado do PAI E FILHO e intercedendo por todos nós!!!!Adorei a reportagem é bom saber disso,mas muitos evangelos precisa da igreja orientar e informar + sobre Maria,para saber conversar com uma catolico,só digo isso por q convivo como muitos evangelicos,as vezes qdo vamos falar de certo assunto muitas das vez ele ñ sabem,como sobre MARIA!! claro q estou falando de pessoas praticante e q viver na igreja.bjus

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML