quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

ERA UMA GRAVIDEZ PSICOLÓGICA

















E disseram um ao outro: Porventura, não nos ardia o coração, quando Ele, pelo caminho, nos falava, quando nos expunha as Escrituras? Lucas 24:32.


A palavra do Mestre queima o coração, traz segurança, descanso, certeza. A palavra do Mestre não volta vazia antes faz o que lhe apraz e prospera naquilo para que Ele a designou. Isaias 55:11.


O que não podemos é deixar de ter uma consciência profunda de que realmente a palavra ouvida procedeu do Mestre como resposta para nós ou para transmitirmos a alguém. Seja ela lida na bíblia, falada ao coração ou trazida por outrem. A palavra do Senhor é provada.


Conheci um caso em que uma senhora ficou pscicologicamente grávida, o ventre intumescido, os seios volumosos, com todas as características próprias de uma gestante.
Simplesmente porque ela creu que Deus lhe havia falado que ela estava grávida de gêmeos mesmo após haver feito histerectomia.
Esta senhora saiu testemunhando por várias igrejas. Ninguém pode negar que ela era uma mulher temente a Deus, que O amava com todo coração e que gostava de testemunhar da Sua palavra.
Deus, no entanto, não tem compromisso com os nossos enganos e sim com a Sua palavra viva. Aquela senhora foi avisada pelo seu médico de que não estava grávida; seu marido, sogra, e alguns amigos, também não se deixaram levar pelo devaneio dela.
No dia do seu aniversário, estive na sua casa, vi seu ventre totalmente inchado, apertei levemente, percebi o quanto estava flácido e perguntei-lhe: - Não já se passaram dois meses da data prevista para o nascimento? Ao que ela me respondeu: Deus me falou que ele não teria data humana, mas nasceria no tempo dEle.
Ora, sabemos que o próprio Jesus obedeceu às leis normais da natureza.
Aquela senhora estava totalmente equivocada quanto ao ouvir a voz de Deus.
No dia seguinte ela decidiu ir ao médico, a quem ela já não buscava por crer que ele não entendia o propósito de Deus. Após o exame o médico voltou a lhe afirmar que ela não estava grávida. Ela não suportou aquela verdade embora já ouvida antes, vindo a falecer quase que imediatamente.
Pela graça e misericórdia de Deus, ela preferiu crer que Deus era fiel e mesmo na sua morte ela testemunhou do amor de Deus para as enfermeiras.


Creio que Deus a levou por amor, Ele sabia o quanto seria difícil para ela enfrentar as críticas após uma experiência tão negativa.
Foi uma experiência amarga, tenhamos cuidado ao dizer O Senhor falou. 


Por Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

4 comentários:

Paulo Sempre disse...

Muitas vezes não sabemos lidar com a fé...
Nota: gostei de passar por aqui.
Paulo
Portugal

Marcelo Negreiros disse...

Uma história triste, mas que nos ensina grande lição: Ter cuidado com as máximas "O Senhor falou..." , "Eu profetizo...". Vamos ler mais a Palavra e ouvir a voz do Senhor.

Seminário disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo

Seminário disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML