quarta-feira, 30 de abril de 2008

MORRER É LUCRO

MINHA MÃE
É estranho, talvez monótono, para quem explodiu na vida, acompanhar o passar dos dias, dos meses e anos, percebendo o corpo declinando, chegando à noite fria, misteriosa, quando já não há esperança de um alvorecer, mas a dura verdade de que em breve a natureza baixará sua cortina para si.
Ela não espera se os nossos sonhos ainda não foram realizados, se estamos terminando alguma tarefa de valor inestimável para nós, se temos afetos ou desafetos a resolver, se alguém depende de nós, se nossos amores vão chorar, gemer à nossa partida; simplesmente ela nos elimina do palco da vida, fazendo o favor de baixar a cortina. É a incógnita da vida.
Para muitos, parece o triste fim, no entanto o salmista afirma: “Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos Seus santos.” Salmo 116:15.
Esta afirmação decorre da certeza que o salmista tinha de que o homem, após justificado por Cristo, sua morte é apenas uma passagem para a eternidade com Deus. A convicção da justificação dos seus pecados e a sua absoluta confiança em Deus o arrebata à Sua gloriosa presença em uma declaração de fé inabalável, exprimindo mais uma vez sua convicção sobre o pós-morte:
“Eu, porém, na justiça contemplarei a Tua face; quando acordar, eu me satisfarei com a Tua semelhança.” Salmo 17:15.
Por partilhar esta mesma esperança, corroborando com Davi, João, em uma sublimidade de espírito, afirma: “Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque haveremos de vê-Lo como Ele é.” 1ª João 3:2.
A profundidade da consciência do porvir era tão intensa que ele ainda exorta a tantos quantos tenham a mesma esperança a purificarem-se, assim como Deus é puro. 1ª João 3:3.

Respaldamos este convite com as referências seguintes:
Porque escrito está:
“Sede santos, porque Eu Sou santo.” 1ªPedro 1:16. O apóstolo referencia as passagens de Levítico, quando o próprio Deus fala: “Vós vos consagrareis e sereis santos, porque Eu sou santo.”
Eu Sou O Senhor, que vos faço subir da terra do Egito, para que Eu seja vosso Deus; portanto, vós sereis santos, porque Eu Sou santo. Versículos, 44,45.
Somente os santos terão direito de reinar com Cristo, porque passaram da morte para a vida.

“Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.” Filipenses 1:21.
Não se pode dizer que Paulo estava em uma crise existencial ao fazer esta declaração, antes, sendo arrebatado ao céu, estava deslumbrado com a cidade celestial, mas, mesmo sabendo que era incomparavelmente melhor partir para a eternidade, ele escolheu continuar no corpo da sua carne por amor àqueles que ainda iriam se salvar. Ele tinha motivos seus para amar a vida terrena.

Conheci vários velhinhos que diziam sempre: Como desejo partir para estar para sempre com o meu Deus... Minha mãe, que hoje está com oitenta e nove anos, é uma delas, que canta e canta várias vezes ao dia e glorifica Ao Senhor, e almeja a sua cidade eterna. Não porque esteja sendo maltratada, não porque esteja amargurada com a vida, mas simplesmente porque tem certeza para onde irá após a morte, intimidade com o Senhor da pátria celestial e sabe que Ele é leal.

“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.” Hebreus 11:1.
Eu creio que viverei e estarei para sempre com Cristo, não temo a morte, nem a desejo, quero ir na hora que O Meu Senhor me chamar. A Ele a glória eternamente, amém! Pra. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML