sexta-feira, 22 de agosto de 2008

DESESPERO?

João Batista, o profeta, exortando o rei Herodes: “Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.“ (Marcos 6: 18).
O sacerdote Samuel repreendendo o rei Saul: “Então, Samuel lhe disse: O Senhor rasgou, hoje, de ti o reino de Israel e o deu ao teu próximo, que é melhor do que tu.” (1ª Samuel 15:28).
O profeta Elias trazendo à tona o pecado oculto do rei Davi e lhe transmitindo a palavra do Senhor contra ele: “Porque tu o fizeste em oculto, mas Eu farei isto perante todo Israel e perante o sol.” (2ª Samuel 12: 12).
O profeta Elizeu tratando o rei Jorão com desprezo por causa das suas iniqüidades: “Mas Elizeu disse ao rei de Israel: Que tenho eu contigo? Vai aos profetas de teu pai e aos profetas de tua mãe... Tão certo como vive o Senhor dos Exércitos, em cuja presença estou, se eu não respeitasse a presença de Josafá, rei de Judá, não te daria atenção, nem te contemplaria.” (2ª Reis 3:13,14).
O profeta Jeremias levando dura palavra do Senhor contra o rei Zedequias: Executai o direito e a justiça e livrai o oprimido das mãos do opressor; não oprimais ao estrangeiro, nem ao órfão nem a viúva, não façais violência, nem derrameis sangue inocente neste lugar... ”Mas se não derdes ouvidos a estas palavras, juro por Mim mesmo, diz O Senhor, que esta casa se tornará em desolação.” (Jeremias 22: 3,5).
Faltam-nos profetas cheios da ousadia do Espírito Santo, que vivam dignamente em meios políticos e não tenham medo de denunciar as transgressões quando forem detectadas. Além de denunciar as falcatruas governamentais, a bíblia nos ensina a orar por aqueles que nos governam: “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito.” Se atentássemos para os ensinamentos sagrados, não seríamos vítimas de tanta injustiça, de tanto descaso governamental. (Leia “Se Fosse Teocrata”, no blog WWW.DAVIDGUIOMAR.BLOGSPOT.COM (12.08.2008). Não teríamos chispas que mais queimam a todos nós que estamos no mesmo barco, como as que se seguem, e tantas outras que recebemos constantemente via e-mail. Pra. Guiomar Barba.
Mensagens que me foram enviadas via e-mail:
Uma lástima o texto mais abaixo. Mas vou dizer uma coisa: Se somente o Senhor pode mudar a situação, então o que podemos fazer é: - Orar - Votar ou anular o voto (dependendo da situação, às vezes é mais benéfico anular) - Lutar pela injustiça que está próxima de nós, no trabalho, universidade, escola, etc, pois Jesus Cristo certamente não se calaria diante das injustiças. - Evitar nutrir qualquer sentimento de ódio aos “representantes do povo”, quer sejam vereadores, deputados, senadores ou presidentes, por mais difícil que possa ser... - Viver o Evangelho, mais do que mesmo falar sobre ele... O problema brasileiro está no seu povo, que é imediatista, ignorante, sem sentimento nacionalista e não tem mentalidade de progresso, apenas de “... levar vantagem em tudo, certo?”. Quando digo “o povo”, não falo dos que estão marginalizados, mas dos que têm algum estudo e trabalho, podem votar e comprar um pão. Esses ainda estão com o pensamento do Brasil colonial, que queria apenas retirar as riquezas para levar à corte. Substituindo apenas a corte portuguesa por si mesmo... Acredito que o Senhor de Misericórdia, por amor ao Seu Nome, poderá mudar a situação do Brasil. E somente Ele... Que o Senhor tenha misericórdia... Marcelo Jorge Negreiros
(RM 12:2) - E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Olhe só que médica, que postura! Que essa carta seja lida por todos, independente de religião, política, cor e condição social... Redigida apenas como desabafo de uma brasileira que como o Lula, saiu do nada, mas não perdeu a humildade e nem a dignidade.
Bom dia Luiz Inácio Não lhe chamo de Dr. porque isso você não o é, muito menos de presidente porque não tenho obrigação nenhuma de chamar de algum título um boa-vida, cachaceiro, ignorante, amoral, ladrão e desmemoriado . Sabe Luiz, tal como você também sou de origem humilde, minha mãe lavou muita roupa e fez muito crochê para me criar, depois minhas irmãs cresceram e foram ser tecelãs numa indústria em Bauru... Estudamos em escola pública, naquele tempo nem calçado tinha , ganhava roupas usadas e me sentia uma rainha. Com muito custo estudamos Luiz Inácio, desde 5 anos eu já ajudava em casa para minhas irmãs trabalharem e minha mãe também. Com 12 anos comecei a trabalhar fora, doméstica, depois metalúrgica, até que terminei meu colégio e ingressei numa Universidade Pública. Luiz Inácio, nunca fiz cursinho, nunca fui incentivada, levantava as 4 e ia dormir uma da manhã, tomava vários ônibus, caminhei muito, comia pouco, vivia para os estudos, e engraçado, nunca perdi um ano, nunca perdi uma aula e Graças a Deus, em 1983 me formei em Medicina. Me especializei, me casei e junto com meu marido luto para dar o melhor para as minhas filhas. Hoje sou preceptora em uma Universidade, ganho tão pouco que é uma vergonha ser médico nesse país... Depois que você quis brincar de presidente, as coisas pioraram ainda mais...mas o que se há de fazer. Agora, vem cá: Você é pobre e não teve condição de estudar??? Não me engana com esse rosário... mas não mesmo... Sua mãe era analfabeta? Empatamos; a minha também, eu ensinei a ela conforme ia me alfabetizando até aparecer o Mobral - desculpinha esfarrapada essa sua heim??? Eu engoli você esses 4 anos, com suas gafes, seus roubos, (e como sei de coisas...conheço o Palocci)...e sempre fiquei na minha, quieta porque é um direito seu... Mas hoje, ao ligar a televisão e ver você, hipocritamente chamar a todos brasileiros de burros e incompetentes, lamento, mas foi a gota d'água! ...não julgue os outros por você... não me compare a sua laia ... Sou apolítica, mas sou brasileira e em momento algum o senhor fez por merecer todo carinho que essa gente lhe dá. Luiz Inácio, falar que o POVO BRASILEIRO NÃO TEVE INTELIGÊNCIA SUFICIENTE PARA DECIDIR A ELEIÇÃO , creia, foi a pior frase que você poderia ter dito... Posso até concordar que 48% não teve inteligência porque vive na ignorância, na mesma que você julga que o povo brasileiro tem. Eu só espero que essa sua frase, dita num sorriso de quem já tinha bebido todas... ecoe de Norte ao Sul do Pais e acorde esse povo que como eu lutou muito para chegar onde está...que como eu não agüenta mais pagar impostos para o senhor e sua corja gastarem com sabe-se lá o que. Foi mal Luiz Inácio... muito mal mesmo. Uma brasileira
DRA. MARISE VALÉRIA SANTOS
(CRM 77.557)



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

4 comentários:

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkk

fabinho disse...

Que Desu te abençoe querida

PASTOR DAVIDSON disse...

Parabens
Pr. Davidson Gome Vieira

Seminário disse...

Rico, inspirador e abençoado conteúdo deste post!!!
Abraço e continue sempre na abundante Graça!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML