quarta-feira, 17 de setembro de 2008

SEM RECOMPENSAS

Jesus nos ensinou fazer o bem sem esperar aplausos e nos estimulou muito a não repetir os macaqueios dos fariseus hipócritas, que em tudo que faziam esperançavam louvores. Sendo onisciente sabia perfeitamente o que estava no coração do homem, tornou-Se no entanto, exemplo para nós na prática do amor sem interesses, sem acepção de pessoas, independente das intenções de cada um. Temos um belo exemplo na história dos dez leprosos: “saíram-lhe os leprosos ao encontro e parando de longe, levantaram a voz clamando: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós. Jesus imediatamente atendeu enviando-os ao sacerdote. Enquanto iam foram limpos. Um deles, vendo que estava sarado voltou glorificando a Deus em alta voz e caiu aos pés do Senhor, com o rosto em terra dando-lhe graças, ao que Jesus perguntou: Não foram dez os limpos? ‘Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro?’ Pois, era samaritano”. (Lucas 17:11-19). Igualmente, vemos na história do jovem rico que Jesus o amou mesmo sabendo que o seu coração estava totalmente direcionado às suas muitas riquezas a ponto de desprezar o Reino eterno de Deus. Quando Jesus veio ao mundo Ele sabia que iria ser rejeitado, mal amado, mas Ele deu a Sua vida porque amava independente da reciprocidade da humanidade. Não somos perfeitos, mas temos em nós derramado o amor inesgotável de Jesus para amar sem barreiras, sem preconceitos, sem fronteiras. Temos a força do Espírito Santo, que nos impulsiona ao amor, a fazer o bem sem esperar gratidão, mas pela grandeza de sermos uma extensão do nosso amado Mestre. O mundo só verá Cristo através das nossas atitudes se nós O vivenciarmos. Temos, no entanto, em contraposição a nossa natureza carnal, orgulhosa, vingativa, discriminatória, sedenta de elogios, que luta para que não sejamos benignos como o nosso Deus até com os ingratos e maus. Procura da forma mais sutil meios para dissuadir-nos e justificarmos a nossa omissão de fazer o bem a quem não nos agrada. Mas, graças a Deus pelo Espírito Santo, que não nos deixa sob o engano ou camuflagem, mas nos convence de pecado de justiça e de juízo. “E, se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.” Pra. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML