sábado, 4 de outubro de 2008

NAS ENTRANHAS DO PEIXE

Quantos filhos de Deus estão, desde as entranhas de um grande peixe, se sentindo como o profeta Jonas, cercado por poderosas correntes de águas no coração dos mares, com ondas e vagas sem contas passando sobre sua cabeça, estonteando-os, manipulando suas emoções, cercando-lhes a alma, rodeados por abismos, humilhados pelas algas que se encaracolam por sua cabeça. E em vez do socorro pelo qual tanto clamam, descem aos fundamentos dos montes, sentindo os ferrolhos da terra se cerrarem sobre si para sempre.
Nem sempre é a conseqüência resultante de uma alma empedernida, obstinada, que relutou contra a soberana vontade de Deus ou transgrediu de alguma forma no seu caminhar. Sabemos que não existe acaso na vida do cristão, mas que todas as coisas “procedem de Deus ou acontecem por Sua vontade ‘diretiva’”, contribuindo para o bem daqueles que O amam.
Certamente, Deus, na maioria das vezes, não corre logo ao nosso socorro, Ele sabe qual o processo necessário para sermos restaurados à Sua imagem e semelhança. Portanto, mesmo sofrendo conosco, Ele se mantém firme no Seu objetivo.
Transcrevemos aqui uma reflexão muito sábia, que traduz perfeitamente o porquê das nossas constantes dores e aflições no nosso dia a dia. Não sei qual a sua procedência, mas várias vezes a recebi. Leiamos: Malaquias 3:3 diz: "E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata..." Esse versículo bíblico intrigou umas mulheres de um estudo bíblico e elas ficaram pensando o que essa afirmação significava em relação ao caráter e a natureza de Deus. Uma delas ofereceu-se para descobrir sobre o processo de refinamento da prata para o próximo estudo bíblico. Naquela semana, a mulher ligou para um ourives e marcou um horário para assistí-lo trabalhar. Ela não mencionou a razão do seu interesse e só disse estar curiosa para conhecer o processo. Ela foi assistí-lo. Ele pegou um pedaço de prata e o segurou sobre o fogo, deixando-o esquentar. Ele explicou que, no refinamento da prata, é preciso que segure-se a mesma bem no centro da chama, onde é mais quente e queima-se as impurezas. A mulher pensou sobre Deus, que às vezes, segura-nos em situações "quentes" e pensou novamente no versículo: "E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata..."
Ela perguntou para o artesão se ele tinha mesmo que ficar sentado o tempo todo na frente do fogo enquanto a prata estava sendo refinada. Ele disse que sim; que não somente ele tinha que ficar lá, segurando a prata, mas que ele tinha que, também, manter seus olhos na mesma o tempo todo que ela estivesse nas chamas. Se a prata ficasse um minuto a mais no fogo, seria destruída. A mulher ficou em silêncio por um momento. Então, ela perguntou: "Como você sabe quando a prata está totalmente refinada?" Ele sorriu e disse: "Ah, isso é fácil... É quando eu vejo minha imagem nela."
Se hoje você está sentindo o calor do fogo, lembre-se que os olhos de Deus estão sobre você e que Ele vai ficar cuidando de ti até que Ele veja Sua imagem em você. Se puder, passe essa imagem adiante. Provavelmente, existe alguém que precisa saber que Deus está cuidando dele. E, seja o que for que estiverem passando, eles sairão "refinados" no final. A vida é como uma moeda: você pode gastá-la como quiser. Mas, só vai gastá-la uma vez Portanto, louvemos a Deus em meio as nossas aflições porque certamente, restará prata e glorificaremos O Nome daquEle que é digno de toda honra e toda glória – O Eterno. Pra. Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

2 comentários:

Jailson Freire disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jailson Freire disse...

Eis um texto restaurador! Eis um texto abençoador... Louvado seja Deus por sua vida!

Jailson Freire
http://www.cronicasdeumobservador.blogspot.com/

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML