sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

NATAL 2008

Independente de sabermos o dia certo do nascimento de Jesus seria maravilhoso festejarmos este glorioso nascimento, mas com o espírito voltado realmente para O nosso Salvador.
Mas vejam o que fizeram com esta data... Não podemos negar as verdades que o Paulo grita desde Portugal. Com ele desejo a todos os nossos leitores "Um Feliz Natal!"
Enquanto a sociedade de consumo actual “manipular” a vontade dos cidadãos no que concerne à verdadeira origem do Natal, o Menino Jesus nasceu no dia 25 de Dezembro, há pouco mais de 2000 anos. Uma sociedade de consumo que nos “obriga” a esquecer que nascemos num mundo cheio de costumes babilónicos, criados e “formatados, nessas coisas toda a nossa vida, fomos ensinados a aceitar certas inverdades como sendo santas e sagradas. De tal modo interiorizamos tais inverdades que nunca investigamos para ver de onde vieram - se vieram da Bíblia, ou da idolatria gentílica. Chego a ficar “chocado” perante a conduta dos que aceitam as regras “aberrantes” da sociedade de consumo e outras com o mesmo fim: o lucro. Embora não crente, importa lembrar as palavras de Deus aos seus fiéis ministros em Isaías 58:1 "Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão". Então eu anuncio aqui a transgressão do Seu povo: A verdadeira origem do Natal encontra-se na antiga Babilónia. Está ligado à apostasia organizada que mantém preso um mundo enganado por todos esses séculos. O Natal é a principal tradição do sistema corrupto denunciado inteiramente nas profecias e instruções bíblicas sobre o nome de Babilónia. Seu início e origem surgiram na antiga Babilónia de Ninrode! As suas raízes datam de épocas imediatamente posterior ao dilúvio! No Egipto sempre se acreditava que o filho de Isis (nome egípcio da "Rainha do Céu") nascera em 25 de Dezembro. O mundo pagão celebrava essa famosa data de nascimento, na maior parte do mundo conhecido de então, muitos séculos antes do nascimento de Cristo. O próprio Jesus, os apóstolos e a igreja nunca celebraram o nascimento de Cristo em nenhuma época, na Bíblia não há mandamento ou instrução alguma para celebrar, todavia somos ordenados a lembrar sim de sua morte e ressurreição que nos proporcionou a Vida (ICo. 11:24-26; Jo. 13:14-17). Portanto os antigos "Mistérios Caldeus" idólatras iniciados pela esposa de Ninrode, tem sido transmitido de geração em geração pelas religiões pagãs e continua sob novos nomes de aparência Cristã. Durante os séculos quarto e quinto, quando centenas de milhares de pagãos do mundo romano adoptavam o novo "cristianismo popular" levando consigo as antigas crenças e costumes pagãos, cobrindo-os sobre nomes cristãos, popularizou-se também a ideia da "virgem e o menino" (Maria após o nascimento de Jesus, manteve relações íntimas com seu marido segundo as escrituras - Mateus 1:24-25 - "E José, tendo despertado do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu sua mulher; e não a conheceu enquanto ela não deu à luz um filho; e pôs-lhe o nome de JESUS." Dizer que ela permaneceu virgem é um reflexo claro desta doutrina pagã especialmente durante a época do Natal. Os postais de Natal, as decorações e representações, do presépio, as músicas da noite de Natal, como seu tema "Noite Feliz", repetem ano após ano esse tema popular da "virgem e o menino". Aos que vivem da fé, forjada em ensinamentos que visam esconder a verdade, jamais compreenderão que a razão de existir das suas pretendas/compras/gastos de Natal, esta eivada de atropelos e imprecisões sobre o sagrado. Os outros…, os que não foram ainda manipulados pela sociedade de consumo e pela religião, aproveitam, certamente, a quadra natalícia para se recolherem nos seus pensamentos ainda assim não sejam “sugados” pela “festa”ou pela euforia dos crentes. A uns e a outros, desejo um bom Natal. Paulo



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

4 comentários:

Heitor Lima disse...

Olá!
Seu blog tá uma benção!
E a respeito do post...
Realmente seria muito bom se
as pessoas comemorassem o natal
como realmente deveria.
Sabemos que precisamos ter um
encontro com Jesus para a mudança
de vida. O natal é isso.
Te convido para visitar meu blog.
é musicadoceu.zip.net
Abraços.

Paulo Sempre disse...

O sistema capitalista tornou-se o maior divulgador dos símbolos natalinos, pois contabiliza bilhões e bilhões de escudos/euros...em todo o mundo, fortalecendo o comércio nesta época do ano. Este consumo é incentivado através da mídia e muitos outros tipos de propagandas visuais, levando a um consumo exagerado dos produtos natalinos. Pelo que podemos perceber em meio a tanto alvoroço é nesse período do ano que as pessoas se preocupam com os símbolos de Natal, muito mais por seu aspecto decorativo do que propriamente pelo religioso ou pela fé. Sendo que o consumo de alimentos especiais em datas como o Natal apenas têm um objectivo: O lucro.

Mas cada um vê o Natal à sua maneira. Numa sociedade democratica há o dever de respeitar as opiniões de outrem..

Beijo

Paulo

Marcelo Negreiros disse...

Minha visão do Natal é mais próxima à do Paulo. Sabemos que o Natal pregado pela sociedade está muito longe das “Boas Novas” e muito perto do paganismo.
Mas quando chega essa época, aproveito para retribuir os emails e cartões fazendo as pessoas voltarem ao “trilho” do que realmente significa o Nascimento de Cristo, a Boa Nova, a Nova Aliança de Deus com o Homem. Acabo de fazer isto com um amigo meu de infância. Não quero destruir a visão dele de Natal, que certamente trará boas recordações de sua infância junto aos seus pais e todo aquele sentimento. Assim , mostro que o Natal é uma coisa muito mais linda, que trata de um amor incondicional por quem não merece, trata de resgate de alma, coisa que Deus consertou após a queda de Adão, trata de um Verdadeiro PRESENTE – A Vida Eterna em Cristo Jesus! - Coisa esta que não é falada nesse tempo de Natal.

A Bíblia manda que sejamos prudentes. Sejamo-lo!

materials disse...

mulberry purse
mulberry purses
discount mulberry
chloe bag
chloe paddington

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML