segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

É NATAL!

Natal sob o olhar do Rev. Reuel Feitosa...
“... E a Glória do Senhor os cercou de esplendor...” (Lucas 2.4)
Jamais houve noite tão bela. Mais intensa e clara que o brilho de todas as estrelas, mais refulgente que os feixes cósmicos de luzes descidos das alturas.
O brilho singular da “luz primordial” emanava uma vez mais, o próprio Deus, como princípio da Criação.
- Haja luz - Ele dissera - e houve luz! (Gênesis 1.3)Aquela noite irrompia da eternidade, abrindo espaço no tempo, revelando o Prometido de Deus.
Mais que uma pintura executada por um grande mestre, mais que a arte e gênio de um artista singular, Deus Pai tomava a iniciativa de engastar no mundo a sublime Pessoa de Jesus.
Regozijo no céu, espanto entre as miríades de Anjos, e Guerreiros dos Exércitos Celestiais. Regozijo e júbilo nas lágrimas dos santos homens e mulheres do passado, emoção contida no coração dos profetas e inexplicável sensação no peito de Abrão, Isaque e Jacó... Alegria de José, os brados de Sansão e os louvores de Davi!
Adão, extasiado, rememorou o Éden, recordando a voz e a força da Promessa (Gênesis 3.15).
Isaías deve ter escrito mais uma página de poesias. Jeremias chorava outra vez, enquanto os olhos de Miquéias brilhavam de novo à luz daquela Luz!
É isso mesmo que vejo por toda a parte, neste nosso mundo ansioso e amedrontado. Havendo tantas luzes à nossa volta, ainda falta a verdadeira Luz!
Mas há esperança para você, para mim e a humanidade .
-Estou aqui, papai. Este é o mais belo lugar que existe. Veja como está tão bonito! - Responde uma criança pobre, sentadinha por horas e horas no hall do nosso Templo, contemplando extasiada, aquele campo verde de papel, a árvore de Natal no meio, e as caixinhas coloridas com os nomes de tantas nações.
Apenas uma decoração de Natal... Imagine a beleza daquelas campinas, a esperança que trouxeram, a provisão de paz que proclamavam e a consolação salvadora para todos os povos!
Os anjos desceram com Jesus até a relva verde rebrilhante de Belém. Escoltaram o Senhor, o maior de todos os reis, até que à luz daquela estrela que apontava do céu, tocasse a singela manjedoura (Mateus 2.2).
Tenho visto por todo o mundo, do Norte ao Sul, do Oriente ao Ocidente - asiáticos, africanos, americanos, europeus, árabes e latino-americanos - por sobre toda a Terra o brilho dessa Luz resplandecente, convidando a todos à reflexão, à paz e ao retorno para Deus (João 1.5 e 9).
Na verdade, essa Luz nos chama às raízes de onde viemos, nos aponta para quem realmente somos, e o que nos espera um pouco adiante.
Os anjos cantam nas alturas...
A noite é bela, clara e santa.
É Natal!Pr.
Reuel Pereira Feitosa



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

intelligence disse...

Although there are differences in content, but I still want you to establish Links, I do not
fashion jewelry

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML