sábado, 13 de dezembro de 2008

POSSO TUDO! FICAR DOENTE, POBRE, SOFRER, OU SER RICO

Quando o apóstolo Paulo declarou que podia todas as coisas naqEle que o fortalecia, ele não excluiu absolutamente nenhuma adversidade ou calmaria, antes ele afirmou que estava apto para ser abatido, ter abundância, passar fome ou qualquer necessidade sem que a fé dele fosse abalada, porque as suas convicções espirituais não foram enraizadas no que é temporário e terreno, e sim em Cristo, o consumador da fé.
Paulo nos chama a atenção para a nossa fragilidade humana, comparando o nosso corpo a um “vaso de barro”, embora guarde este vaso um tesouro precioso que é o conhecimento da glória de Deus. Sendo natural, portanto, que, como seres humanos vivendo em um mundo caótico, cujo príncipe é satanás, sejamos cheios de problemas, mas com saídas; tenhamos preocupações, mas sem desespero; sejamos perseguidos, mas não abandonados; sejamos derrubados, mas não destruídos, porque trazemos no nosso corpo a morte de Cristo para que a Sua vida se mostre em nós.
Temos uma esperança concreta de que enquanto este corpo exterior vai se corrompendo, o interior, contudo, vai renovando-se dia a dia. Acrescentando-se que “A nossa leve e momentânea tribulação produz “para nós” um peso eterno de glória mui excelente.” (2ª Coríntios 4).
Alguém diria: “leve e momentânea?” Sim! Tendo em conta a eternidade de gozo, onde não haverá dor, nem pranto. “E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, (tudo é luz, transparência) porque O Senhor Deus os alumia; e reinarão para todo o sempre.” (Apocalipse 22:5).
Precisamos olhar mais para cima. Lembrar do túmulo vazio que aponta para O Cristo vitorioso, triunfante, que venceu a morte e o inferno, despojou principados e potestades, expondo-os ao ridículo e está a destra do nosso Pai e intercede por nós. E é O nosso advogado por excelência, que não perde nenhuma causa.
Não nos deixemos abater por palavras sem sabedoria, cobranças, imposições, espiritualidade fanatizada de pessoas que são de uma ignorância bíblica lamentável, gritante.
Não há quem não sofra nesta vida, quem ore e não fique esperando até mesmo quarenta anos, ao modelo de Abraão e de tantos outros que chegaram a desejar a morte nas suas longas esperas.
Não podemos por uma máscara de “Tudo está maravilhoso”, por pensarmos que isto é andar com Deus. Andar com Deus é ser amoldado, lapidado, curtido, acrisolado, para chegarmos à estatura de varão perfeito e isto dói, e como machuca... Mas à medida que nos submetemos, confiamos, louvamos e vivenciamos Cristo... Maravilhosa graça! Como a vida começa a criar mais cores, como o céu parece ampliar para um vôo as alturas... Como os dissabores desta vida fugaz se tornam tão insignificantes diante da visão do além terra.
Deus não falha, Ele é fiel! Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!
Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML