quinta-feira, 1 de outubro de 2009

ENCONTREI MEU CÔNJUGE NA INTERNET

A casa e os bens são herança dos pais; porém do SENHOR vem a esposa prudente.” (Provérbios 19.14).
É raro que os pais não tenham medo ao saber que seu filho (a) está se envolvendo com alguém através da internet, se aventurando com o virtual, que poderá realmente ser ou não aquilo que se diz ser. Principalmente em um mundo violento, pervertido, perverso em que vivemos, quando até mesmo muitas vezes aqueles que estão a nossa volta no dia a dia nos surpreendem com distúrbios comportamentais terríveis que por tanto tempo conseguiram ocultar. O desconhecido, portanto, o virtual, nos traz maiores inseguranças, dúvidas quanto a possíveis virtudes no virtual. No entanto, para nós que temos a Jesus como senhor das nossas vidas, que cremos em um Deus que dá a direção certa aos nossos passos quando dependemos dEle, se não agirmos sob impulsos e independência de Deus, não há nada que temer.
Fui testemunha de um casamento em que os pais da jovem tiveram todos os medos naturais e fizeram o possível, principalmente o pai, para impedir. Entrei como advogada de defesa, certa de que Deus estava naquele relacionamento. Sabia que era uma responsabilidade pesada e grandiosa para mim, mas tinha a convicção de que Deus estava me dirigindo, para isto orei intensamente com muitas lágrimas e temor, argumentei até conseguir a aprovação do pai, porque da mãe foi mais fácil, as mulheres são mais sensíveis. Graças a Deus pelo equilíbrio dos raciocínios entre os dois cônjuges. Graças a Deus porque eles se casaram e os pais da moça ganharam um verdadeiro filho em vez de um genro.
Tenho outra amiga que infelizmente não pude estar presente em seu casamento, mas pude aconselhá-lo, evangelizá-lo e vê-lo convertido ao Senhor depois que ele deixou de ser virtual e passou a “exibir’ suas virtudes entre nós. Eles estão casados há alguns anos e nunca houve motivos para arrependimento, ele tem sido um excelente marido.
“Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do SENHOR.” (Provérbios 18.22).
Conheço, no entanto, outra pessoa que namorou nove longos anos com uma moça, casou com ela e viveram muitos anos juntos, tiveram um filho e depois de todo este tempo de convivência ela foi terrivelmente desleal a ele, não com adultério, mas infamando-o injustamente, em fim, agindo como uma verdadeira inimiga, o que culminou em problemas sérios para ele na sua carreira profissional.
“Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente” (Mateus 1.19)
Procurei em toda a bíblia algo com relação à mulher que encontra um marido, mas para tristeza nossa, mulheres, parece que o difícil mesmo é encontrar uma “mulher” virtuosa. Encontrei apenas conselhos e advertências para o marido com relação ao trato com a esposa.
“A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos.” (Provérbios 12.4).
Mas o assunto em consideração é namoro pela internet. Não tenha medo se encontrou alguém na internet que lhe impressionou e que você está decidido (a) a conhecer melhor com intenções de um relacionamento para casamento. O que você deve temer é sair do centro da vontade de Deus. Busque certeza do Senhor, mas lembre-se: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? (Jeremias 17.9).
Jamais inicie um namoro para ver se dar certo. Lembre-se que um dos dois pode se envolver, amar realmente, e um rompimento por parte daquele (a) que não foi flechado vai trazer dores e marcas indeléveis no coração da outra pessoa. Peça a Deus que lhe dê certeza se a pessoa por quem você está interessada (o) é a pessoa certa para sua vida.
Lembro-me de um amigo que decidiu namorar uma moça que o amava muitíssimo para ver se dava certo. Pedi a ele que não o fizesse porque ela ia se machucar demasiado, eu o conhecia o suficiente para saber que ele não estava envolvido e também que não ia se comprometer. Ele não me atendeu. Começou a namorar e não lembro bem, mas creio que após dois meses, eu soube que ela estava muito enferma na casa de uma amiga porque ele havia terminado com ela. Um dia ele me procurou e me disse que ela não era a pessoa que ele queria. Eu falei para ele o quanto ela estava enferma, e do mal que ele havia feito a ela simplesmente tratando-a como mais uma das suas experiências. Disse-lhe que havia brincado com sentimentos muito fortes e que ele poderia sofrer uma experiência igual para saber o que significa ferir tanto uma pessoa que o amava. Eu realmente fiquei muito magoada com ele, apesar de que o amava muito. Não foi uma maldição, como muitos podem pensar que lancei sobre ele, apenas ele teve uma lição necessária. Ele sofreu, e sofreu muito por um amor que também lhe disse que não seria a pessoa certa para ele, eu conhecia também muito bem a garota, me era íntima.
você ache estranha a minha forma de agir com o meu amigo como se quisesse manipular a vida dele, mas, por favor, não me julgue, sempre que me relaciono com alguém muito especialmente, Deus me mostra aspectos fundamentais para a vida dessa pessoa, as vezes mesmo eu estando bem longe e graças a Deus nunca me lembro de haver enganos. Mas fique tranqüilo(a), ele está bem casado, tem filhos preciosos, é um homem de Deus, totalmente comprometido com o reino e continuamos, a despeito dos tempos e distância geográfica, bons amigos.
“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2 Coríntios 6.14).
Espere que haja conversão, amadurecimento espiritual e convicção de Deus, não se apresse, e não sofrerá dores que poderiam ser evitadas. A dor que trás proveito para amadurecimento não é aquela que provocamos por imprudências.
Lembro-me de um seminarista que estava se preparando para casar quando lhe perguntei se ele tinha certeza que aquela moça seria a pessoa certa para a vida dele. Algo me dizia que não. Ele, com um certo orgulho espiritual, respondeu: o crente tem a mente de Cristo. Respondi-lhe: cuidado para essa mente não estar equivocada. Eles casaram, não demorou muito, ele estava com um filho sob sua guarda porque a mulher que a “mente de Cristo” escolheu para ele o havia traído.
Dói-me a quantidade de divórcios e separações no meio evangélico. Se realmente fossemos submissos a direção do Pai não teríamos tantos dissabores nas nossas vidas conjugais.
Fui muito criticada por estar solteira, por esperar muito no Senhor. Não tomei, no entanto, a decisão de casar com o homem que já havia me elegido e dizia me amar tanto, enquanto não busquei com jejum e oração a convicção de que nós seríamos felizes em Cristo. E dou muitas graças ao nosso Pai que confirmou a escolha do meu marido no meu coração e somos realmente felizes com os nossos dois preciosos filhos. Nosso Pai me levou para a Bolívia, onde me esperava o meu amado. Onde estiver seu cônjuge, seja através de uma viagem, da internet ou de um encontro “casual”, a pessoa que Deus tem para você cruzará o seu caminho, e aos dois caberá lutar pela harmonia do lar, pela paz que está acima do nosso pensamento.
Que o Senhor ilumine a sua alma, que você saiba esperar com paciência, sabendo que Deus tem o melhor para a sua vida.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

3 comentários:

Regina disse...

Guio, muito boa a matéria sobre relacionamento virtual. Boa e oportuna. Como disse a você acabei de entrar num site de relacionamentos. Creio, como você, que o que importa de fato é buscarmos a direção de Deus. A internet é apenas um meio, como qualquer outro meio. O critério é o que conta. E o critério, creio eu, é buscar a direção de Deus. Que Deus continue abençoando seu casamento AMADA. Beijão.

Viviane Jácome disse...

Nossa Gui, que palavras, tudo que precisava ouvir. Obrigado meu Pai por usar essa sua serva, para falar ao meu coração, que se encontrava cheio de Dúvidas. Beijão Gui, a paz do Senhor.

julliany disse...

Amiga..que linda mensagem!
Deus tem o melhor para aqueles que o temem..essa tem sido minha fé!!

Esperarei com paciência no Senhor!!

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML