domingo, 8 de novembro de 2009

MEDO DE CONTAR A VERDADE. POR QUE?

Tanta mágoa, tanta amargura, tanta revolta, tanta dor, tanto cansaço da vida, de tudo, toda esta gama de emoções represa no coração, fazendo adoecer a mente, descompensando, tirando a alegria da vida... Mas que fazer? Quem ouviria esta ovelha enferma sem lhe pregar um “sermão”? Sem julgar a sua fé? Sem atribuir maldição ao seu estado? Sem lhe cobrir de culpas além das que já lhe transbordam o coração?
Melhor lhe pareceu colocar uma máscara colorida que lhe disfarçasse bem as sombras do seu rosto esmaecido e continuar transitando entre “os santos”, embora com o coração em pedaços. Mas aquele coração sincero tinha sede de viver a verdade, de vivenciar a palavra na sua íntegra, sentia um desejo ardente de conhecer mais ao seu Deus e o seu poder transformador. Queria pregar com a sua própria vida o Evangelho de Cristo. Derramou então seu coração diante do Deus verdadeiro, do Deus amor, misericórdia, compaixão, longanimidade, compreensão, perdão, restauração e a única coisa que Ele lhe pediu foi que O louvasse, e no louvor ela encontraria a alegria do Senhor, que é a força do seu povo. Obedecendo a voz do seu Senhor ela encontrou também arrependimento e libertação, além do gozo pleno do Espírito.
Não tenho na memória o número de vezes que na hora da dor máxima, do quase desespero, elevei minha frágil e desentoada voz aos céus, com as lágrimas a banhar-me o rosto contorcido pela dor, cantando sempre a mesma música que amo tanto:

TU ÉS FIEL

Tu és fiel Senhor, meu Pai celeste

Pleno poder a teus filhos darás

Nunca mudastes Tu nunca faltastes
Assim como eras e sempre serás.
Flores e frutos, montanhas e mares
Sol, lua, estrela no céu a brilhar
Tudo criaste na terra e nos ares
Todo o universo vem pois Te louvar.

Tu és fiel Senhor, Tu és fiel Senhor

Dia após dia com bençãos sem fim

Tua merce me sustenta e me guarda

Tu és fiel Senhor, fiel a mim.

Pleno poder Tu dás, paz, segurança

A cada momento me guia Senhor

E no porvir oh que doce esperança

Desfrutarei Teu imenso favor.

Lembro também que sempre meu coração se enchia de gozo do Espírito e a força do Senhor me levantava mais uma vez para esperar com paciência o tempo do soberano Deus, que não falha jamais e tem razões justas para nos deixar esperar.

No momento em que estou aqui, escrevendo esta postagem, estou ouvindo a música “Tu És Fiel Senhor”, na esperança também que Ele solucione alguns problemas que têm me trazido momentos de muitas aflições, mas com a certeza absoluta que ainda contarei para vocês, meus queridos leitores, da nossa vitória, Porque Ele É Fiel.




Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

Viviane Jácome disse...

Graça e paz Gui! Amem, como nosso Senhor é fiel, não podemos duvidar que a espera é em vão, esse tempo serve para q fiquemos em sua dependencia. Fico aqui na espectativa de contarmos uma p outra assim: chegou a vitória! Quanta alegria será, e vamos disser mais uma vez, como o Senhor é fiel. Beijos.

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML