terça-feira, 19 de abril de 2011

GANHEI UM AUDÍFONO

"Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais ele fará".

Quantas vezes ví pessoas demonstrarem intolerância com a minha surdez. Algumas vezes chorei ao ser humilhada. Quantas vezes me disseram: compre um audífono. Mas ninguém perguntava: você está em condições de comprar um audífono? Que, diga-se de passagem, no meu caso, estava na faixa de três mil reais.
Tentei comprar, pesquisei, pensamos, eu e o meu marido, em nos endividar por minha necessidade. O que eu tinha, em uma festa de casamento, foi esmagado por um pé em fração de minuto quando caiu da minha bolsa, onde eu o havia guardado por haver acabado a pilha. Entretanto, no meu coração, eu tinha uma certeza: Não fazer a dívida, só não sabia o que me aguardava.

Fui para Bolívia no dia 17 de março em uma viagem missionária. Não entendia o ide do Senhor quando eu não podia escutar bem e sabendo que teria dezenas e dezenas de pessoas que iriam me buscar para abrirem seus corações doloridos. O que de fato aconteceu. No entanto, não fui rebelde a ordem do Senhor rsrs "
Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento". Provérbios 3:5
Ele conhece o nosso amanhã e quais são os seus planos para as nossas vidas. O mais interessante é que praticamente passou o mês e eu não havia rejeitado a nenhum dos convites para ministrar a grupos de mulheres, em templos, a grupos caseiros que mais pareciam igrejas quanto ao número de pessoas, em reuniões de famílias ou individualmente.

"Confia nEle, e o mais Ele fará". Exatamente na última semana, quando nossa passagem já estava comprada para regressar ao Brasil, nossa grande amiga Dunia Suarez, que figura entre nossos amigos no Facebook, decidiu que uma pessoa que se havia dado sem reservas a tantos quantos a procuravam em busca de ajuda, não só espiritual, não poderia voltar ao Brasil sem o audífono. Como uma fera às vésperas de parir, ela cruzava Santa Cruz buscando as doações de amigos para a compra do meu aparelho. A própria doutora que vendeu o aparato ficou tão sensibilizada com o amor de todos os amigos que estavam empatizando comigo e que foram até sua clínica, que, com lágrimas nos olhos, disse: "eu tambem quero ajudar"; e vendeu por setecentos e noventa e um dólares o que custava novecentos dólares. O mesmo audífono, aqui no Brasil, custa mais que o dobro.

Assim, o Senhor me provou mais uma vez que os seus olhos estão sobre nós. No entanto, só Ele sabe porque em lugar da cura levou meus amigos a me presentearem com um audífono. Lembro-me que um dia chegou a minha casa uma amiga, chorando, muito angustiada porque estava surda e, apesar de conhecer meu caso de surdez, creu que eu poderia orar e ela ser curada, afinal, quem sara é Deus. O resultado da sua fé foi que ela saiu totalmente curada da minha casa, enquanto eu permaneço surda, embora sei que não é por falta de fé.
Eu amo a direção de Deus nas nossas vidas e tudo que desejo, com todo coração, é andar com Ele e obedecê-Lo, porque tenho provado que o Senhor é bom e fiel em todos os seus caminhos


Provai, e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele confia.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

7 comentários:

Linda Roth disse...

Minha Querida Amiga Gui,
Estou muito feliz por vc.
Meu pai durante anos se questionou porque Deus curava tantas pessoas por seu intermédio e ele continuava com dores.Realmente não sabemos as respostas,mas só quem passa por uma determinada dor, pode entender e ter o coração aquecido para compreender o próximo com o mesmo problema.Deus te provou e vc com certeza foi aprovada e Ele te presenteou muito além de um bem material, Ele te mostrou o quanto vc é amada por todos.Ele revelou o grande amor que todos que se envolveram nesta benção tem por vc.E que me emocionou bastante.E agora vc poderá retribuir fazendo até mais, não por obrigação do ocorrido, mas porque vc ama o seu Galardoador.
Grande beijo de quem te ama e admira.
Linda Roth

Guiomar Barba disse...

Linda querida, muito obrigada pela sua mensagem. Foi tão bom te encontrar aqui.
Agradeço a Deus pela vida dos seus pais, sei quanto se deram na obra.
Graças a Deus pela casinha linda e confortável que eles estão agora desfrutando na velhice.
Beijos amiga.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Eu acredito que Deus tem suas razões que são específicas diante de cada caso.

Uso óculos desde a infância e nunca fui curado. Já participei de reuniões de cura em que imaginava que, ao abrir os olhos, minhas vistas estariam restauradas, mas isto nunca aconteceu. Quando tinha meus 15 anos, fiquei muito revoltado porque tive que fazer uma cirurgia para a retirada de um sisto pilonidal. Sofri pra caramba, inclusive depois nos inúmeros curativos com aplicações de nitrato de prata sobre a pele por meses.

Curiosamente, quando orei pela minha fachineira ano passado, ela veio depois contar à minha esposa que, naquele dia, sentiu-se curada (acho que era uma dor de cabeça).

A mais recente experiência foi sobre a cirurgia de minha esposa. Em maio de 2010, quando fizemos o plano de saúde, convenci-a a declarar uma doença pré-existente que importariam na espera de dois anos de uma cobertura parcial temporária até a operadora poder cobrir a cirurgia de sua vesícula, exceto em caso de urgência ou emergência. Entretanto, ela não aguentou esperar os 2 anos e as dores foram ficando mais frequentes, tendo ela que tomar quase toda noite um ou mais comprimidos de tropinal e chegamos a ir também no pronto-atendimento hospitalar para que o plantonista aplicasse analgésicos.

Cheguei a pensar em possível ação judicial e em maneiras de caracterizar aquele drama como uma situação de urgência. E aí teve um dia que cheguei a discutir com um médico kardecista que nos atendera no hospital quando disse-lhe que precisava colecionar atestados pra entrar na Justiça e lutar por um entendimento sobre o que é uma situação de urgência que os planos de saúde interpretam restritivamente. Então ele ficou me dando lições de moralismo espírita.

Só que minha esposa se queixava bastante do fato de eu tê-la convencido a não omitir sua condição na época da contratação do plano de saúde e, depois de uma conversa com a médica dela, foi conseguida uma maneira de que fosse feita a operação, bem no jeitinho brasileiro... E felizmente ela ficou bem e já está se recuperando.

Posso dizer que esta situação foi mais um teste de fé para mim. Eu que antes imaginava que alguma providência divina iria acontecer no caso da minha esposa e que depois eu poderia copntar abertamente na igreja, acabou servindo para provar minha confiança e o meu sentimento sobre o amor de Deus.

Veja, minha esposa não ficou boa por um milagre e também acabou cedendo ao jeitinho brasileiro para conseguir operar a vesícula. Só que cheguei à conclusão de que aquilo foi escolha dela e não minha! E, apesar de não ter concordado com o método utilizado por ela e sua médica, que também é crente, não tenho dieito de fazer julgamentos morais, pois cada um tem sua porção de fé e a misericórdia divina é sobre todos. Inclusive, foi Deus quem a protegeu naquela cirurgia assim como guardou a vida de muitos personagens da Bíblia quando estes resolveram fazer as coisas pelo jeito dele e enganando outras pessoas. E por que a minha fé deveria ficar abalada só porque outra pessoa acabou pegando atalhos? E por que eu deixaria de agradecer a Deus pela cirurgia de minha esposa, a qual está bem com saúde e que me poupou enormes gastos financeiros numa época em que tenho andado tão sem grana?

Sei que a graça de Deus é suficiente na minha vida e que Ele tem seu propósito. Aliás, Jesus não curou a todo mundo em Israel durante o seu ministério e não foi sempre que o mundo assistiu tempos de milagres, os quais não geram fé, mas são sinais de algo que Deus está querendo nos comunicar.

Fica com Deus, minha irmã. Creio que Deus tem propósito para a sua vida e a situação que aconteceu contigo, sobre usar um audífono, é para a glória dele. Pois esta é a resposta que Jesus dá aos seus discípiulos no Evangelho de João quando eles perguntam se quem tinha pecado foi o cego de nascença ou os pais deste.

Guiomar Barba disse...

Oi Rodrigo. Obrigada pela visita, não voltei ao seu blog porque ando correndo, preparando estudo e dando assistência a família, porque até o dia doze de maio, volto à Bolívia para dar palestras sobre família.

Sabe Rodrigo, eu acredito que o jeitinho brasileiro quem dá mesmo são o planos de saude, que sua mulher tem toda razão. Se ela não houvesse apelado para o que é realmente justo, estaria viva hoje?

Uma vez eu estava com H.pylori e o remédio custava noventa e tantos reais, isto faz tempo em? Estava sofrendo muito e não tinha grana para comprar, resulta que eu estava pregando em um culto de uma igreja de pessoas pobres, e pouquíssimas estavam neste dia, mas enquanto eu pregava, ouvi claramente o Espírito Santo me dizer, uma pessoa aqui vai pagar teu remédio. Além de eu não haver pedido nada a ninguém, não via ninguém ali com condição de fazê-lo. Eu havia pedido que orassem por mim, apenas. Não admito líderes mendigos. Bom, quando terminou o culto uma senhora me chamou e disse: eu vou te da o dinheiro para teu remédio e me deu o suficiente. Graças a Deus, nunca mais eu tive es doença horrível.
Foi uma maneira linda de Deus me provar que Ele supre.

Portanto, querido, concordo com você, Ele age como quer, contanto que sirva de aprendizado para nós e bençãos para a eternidde.

Um abração e que Deus continue te dando provas do seu amor.

disse...

Glória a Deus mana, nunca entendemos isso, será porque muitos recebem e quem ora para o milagre acontecer na vida dos outros não?? são coisa que nem gosto de questionar a Deus, pois nossa fé nEle não esta pautada no que Ele faz por nós, mas pelo o que Ele já fez, ou seja, morreu para nos dar a vida eterna e é só o que precisamos o resto Ele providencia como aconteceu contigo. Aqui estou eu edificada com este texto maravilho. Poxa que artigo que nos enche de fé. Paz querida.

Guiomar Barba disse...

Obrigada Rô, amei sua visita.
Perdi muito tempo até visitar seu blog. Agora ele está aqui, para que os meus leitores, que são muitos, rsrs conheçam seu blog que é rico.
Beijo.

Eduardo Medeiros disse...

amiga, fico feliz por que agora você estará ouvindo tudo direitinho...rsss

fico feliz, mesmo. beijos

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML