domingo, 26 de junho de 2011

MURIBECA




A cidade de Muribeca está situada a setenta e dois quilômetros de Aracaju no agreste sergipano, estando a uma altitude de cento e cinquenta e um metros. Estima-se que tenha uma população, contando com os povoados vizinhos, de mais de quatorze mil habitantes. Pois bem, é exatamente no minúsculo povoado de Fisgueiro, que segundo informações de habitantes do município, desova-se para toda região a maconha o crack e outras drogas, através de traficantes que seguindo o modelo das grandes favelas do Rio de Janeiro, determinam quando deve ou não funcionar no povoado, as lojas, escolas, etc. Conta-se que para que os estudantes de Muribeca e povoados tenham acesso à faculdade de Penedo, em Alagoas, é necessário que policiais os escoltem desde o trevo do povoado de Fisgueiro para que não fiquem à mercê dos traficantes que ali são autoridade máxima.
Fiquei estarrecida. No tal povoado as pessoas já estão cogitando abandonar suas propriedades ou vendê-las a preços possíveis de compra para alguém que se atreva ao risco de viver por lá.
Aqui em Muribeca, visitamos uma casa que vive uma cruel agonia com um dos membros da família de apenas vinte e dois anos de idade, mas já casado, pai de um filhinho de um ano, que mantém todos os familiares reféns das suas ameaças, dos perigos de traficantes matarem membros da família por conta de suas constantes dívidas nos pontos de drogas. Foi com dor que ouvi seu pai avô de setenta e oito anos, contando as atrocidades das quais é vítima por tentar conviver com seu monstrinho viciado no desespero de salvá-lo da miséria do vício.
 Meu marido e eu nos juntamos a uma turma de viciados em uma esquina. Apesar de eles já estarem viajando, pudemos compartilhar com eles do amor de Deus e da fugacidade da vida. Podemos dizer que foi legal ouvirmos quase todos eles falando ao mesmo tempo de suas visões de vida, e alguns, do desejo de sair daquela. Depois de um bom papo, convidamo-los a orar, o que eles aceitaram prontamente e com muita reverência, após nossa oração, um deles nos convidou a orar o Pai Nosso, seguido por todos, com entusiasmo o rapazinho seguiu com a Ave Maria rezada por todos seus companheiros. Logo após, nos despedimos e nos emocionamos com os abraços calorosos e palavras de gratidão por havermos dado atenção a eles. Realmente, se eu não estivesse vencida pelo cansaço, teria pedido ao meu marido para continuarmos mais tempo com eles dado a carência daquele bando.
Muribeca os critica. Fala que já não se sabe na cidade qual o jovem que é ou não dependente, mas a hipocrisia reinante é o que realmente nos revoltou. Muita gente naquela comunidade sabendo da pobreza e dor dos pais daqueles rapazes que roubam seus parcos pertences, por uma bagatela que lhes alcance para comprar pelo menos uma pedra de crack, compram deles a carne, o leite do bebê, as roupas de seus familiares ou qualquer objeto que lhes interesse. Quem é realmente o monstro?
Escutamos que um pastor da Igreja Metodista que está se preparando com sua esposa para servirem naquela comunidade, já tem um projeto para trabalhar com os drogados ali. Oremos para que ele siga em frente e conte com o apoio daquela cidade.




Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

2 comentários:

disse...

Que Deus abençoe este pastor, que ele possa compreender que Deus faz a obra. Que Deus possa salvar muitos e que seja frutos permanentes. Aqui no Rio é a mesma coisa mana. Se você entrar no morro do Juramento, você ver pais desesperados por conta dos filhos nas drogas, só o poder de Deus nestas vidas para transforma-los de fato. Palavras de homem não adianta. Só jesus para liberta-los e isso tem acontecido com aqueles que dispõe mesmo com amor a trabalhar e orar e pagar o preço por estes. Paz querida. Saudades .

Guiomar Barba disse...

Rô, o que me impressionou foi que um lugar tão desabitado ainda, onde a natureza predomina, onde não existe quase acesso tecnológico, os traficantes estejam agindo da mesma forma que os traficantes cariocas.

Eu sei que existem milhões de pais vivendo esta dor, mas ela sempre parece ser única quando você convive com ela.
Beijos.

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML