segunda-feira, 6 de agosto de 2012




FALANDO SOBRE SEXO ANAL

Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade.
Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente. (Provérbios 5:18-19).

Não sou nenhuma “expert em matéria de sexo”, mas falando entre cristãos que optaram por seguir os ensinamentos do grande Mestre Jesus, eu diria que não nos sentimos limitados no coito por não praticar o sexo anal. Porque o nosso instinto equilibrado por uma conduta OPTADA, nos trás uma liberdade sadia, dando-nos o prazer de plenitude na relação sexual.

No entanto, existem outras pessoas que têm outra opinião com respeito a liberdade sexual, vejamos um comentário feito por uma participante da confraria Logos y Mytos, que hoje não professa nenhum credo.

“O sangue de Cristo é o Re-ligare, e por intermédio deste sangue, somos justificados a alcançamos o beneplácito, o favor divino. Deus ao olhar para seus eleitos, não vê suas atitudes, não vê sua orientação sexual, não vê nossas falhas e pecados, mas sim vê apenas o precioso sangue de seu Filho, sangue este suficiente para que Deus não impute sobre os que Ele escolheu, a sua justiça, mas sim seu beneplácito. “Pois a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade por intermédio de Jesus Cristo” (evangelho de João 1.17). Este é o grande evento da Bíblia, toda a Bíblia aponta para este fato: a Verdade que se revelou em Cristo Jesus, Ele é a verdade. E por intermédio do seu Sangue, nos foi dada a graça e a lei se cumpriu em Cristo Jesus. Não necessitamos, portanto, estarmos sujeitos à letra da lei para nos achegarmos a Deus, não mais precisamos de sacrifícios.
Porque pela graça dois salvos, por meio da fé, e isto nãovem de vós, é dom de Deus. Não das obras para que ninguém se glorie.” (Efésios 2.8,9).
Nada podemos ou precisamos fazer para merecer a graça, pois graça é favor imerecido. Onde antes havia pecado, segundo a lei, hoje superabundou a graça. Deus vê todos na mesma condição, seja homo, hetero. Mas o Sangue de Cristo nos purifica de todo pecado.  (Anja Arcanja).”

O teólogo Carlos Carvalho Cavalheiro, contestou o comentário da Anja da seguinte forma:

...Pois bem, Paulo em Romanos inicia o debate dizendo que todos estamos destituídos da glória e que seremos condenados, porque todos pecamos. Esse discurso ele continua nos capítulos seguintes e vemos em Rm. 5.12 a repetição: “assim a morte passou a todos os homens por isso todos pecaram”. (grifo meu).
Seguindo a lógica do seu discurso, Paulo diz que o pecado entrou no mundo por um homem (Adão) e faz analogia com Cristo, o homem pelo qual o pecado foi tirado do mundo. Diz ainda que a graça superabundou sobre o pecado. Mas no capítulo 6, Paulo inicia assim: “Que diremos pois? Permaneceremos no pecado para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?” (grifo meu). Adiante no versículo 6 do capítulo 6 do referido livro de Romanos, Paulo ensina que o “nosso velho homem foi com ele crucificado para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.”
Bom, sendo assim e tendo dito o mesmo Paulo em outras oportunidades que a sodomia é pecado, não devemos entender que o homem que aceita Cristo como seu Salvador deva abandonar tal prática? Com relação a sermos salvos pela fé e pelo sangue redentor de Cristo, isto se coaduna com a teologia tradicional (basta se reportar ao mesmo livro de Romanos 3.24-27). Entretanto, um ponto básico da Hermenêutica diz que não devemos ver um assunto isoladamente, senão se comparada a tudo o que a Bíblia diz a esse respeito. Desse modo, Walter A. Henrichsen afirma que uma doutrina não pode ser considerada bíblica a não ser que resuma e inclua tudo o que a Escritura diz sobre ela.
Com relação a doutrina de salvação, num contexto mais amplo, veremos que a fé e o sangue de Cristo dependem de outros fatores, como aceitação e arrependimento do pecador. O arrependimento, por exemplo, foi a tônica do discurso de Pedro no dia de Pentecostes (At. 2.37). Portanto, reconhecendo que a sodomia é uma prática pecaminosa de acordo com a Lei – e a Lei revela o pecado ao pecador (Rm 7.7), parece-me que justamente para que ele se arrependa – não haveria a necessidade, para se obter a graça da salvação, o arrependimento dessa prática? Por fim, se não há necessidade agora de observarmos nenhum preceito em relação ao pecado, por que Deus providenciou a expiação pela morte redentora de seu Filho? Se o pecado seria tolerado depois de Cristo, qual foi a função de sua morte? (grifo meu).


Concordo plenamente, se Jesus morreu para nos libertar da escravidão do pecado, como viveremos mais na prática do pecado? Quando Jesus perdoou a mulher pecadora, Ele disse-lhe: vai, e de agora em diante não peques mais. (João 8.11). Quando Ele encontrou no templo o homem que havia curado no tanque de Betesda, ele lhe disse: “Eis que estás curado; não peques mais, para que não te suceda algo ainda pior!” (João 5.14).

 O comentário a seguir, foi feito pelo Donizete Aparecido:

"Segundo Pearlman, a deturpação desses instintos e faculdades dados por Deus que forma a base do pecado. Por exemplo, o egoísmo, a irritabilidade, a inveja, e a ira são aberrações do instinto da autopreservação. O roubo e a cobiça são perversões do instinto de aquisição. "não furtarás" e "não cobiçarás" querem dizer: "não perverterás o instinto de aquisição.” A glutonaria é a perversão do instinto de alimentação, portanto, é pecado. A impureza sexual (phorneia) é perversão do instinto de reprodução. A tirania, a arrogância, a injustiça e a implicância representam abusos do instinto de domínio. Assim vemos que o pecado, fundamentalmente, é o abuso ou a aberração das forças com que Deus nos dotou.” 

Uma das principais conseqüências no campo da sexualidade, é que a perversão desse instinto, reage sobre a alma, debilitando a vontade, incitando e fortalecendo hábitos maus, e criando deformações do caráter e a disfunção da prática sexual.

No pensamento de Paulo, isto tem o significado da desistência Deus em convencer o homem entregue a todo tipo de devassidão.
Certamente o Renato Russo tinha no capitalismo a inspiração para este verso de sua canção. 

“Quem me dera ao menos uma vez,
Provar que quem tem mais do que precisa ter,
Quase sempre se convence que não tem o bastante.”

Ampliando este pensamento para o campo da sexualidade, diríamos que o homem que respeita os limites ditados pela natureza, se contenta com a genitália feminina na sua obtenção de prazer sexual. O que foge disso é DISFUNCIONAL.  
Donizete Aparecido Vieira.

Eu acredito que a natureza é sábia, nós é que extrapolamos os nossos limites, por estarmos mal resolvidos. Buscamos saciar a fome das nossas almas com excessos, em muitos sentidos. Por outro lado, precisamos entender que as proibições de Deus são absolutamente ao nosso favor. No caso do sexo anal o praticante é exposto a infecções provocadas pela grande quantidade de microorganismos infecciosos não encontrados em outros locais do corpo.
Se formos estudar cada proibição de Deus com relação ao nosso corpo, vamos comprovar que seu interesse é exclusivamente para nos manter saudáveis no corpo, na alma e no espírito.

Por Guiomar Barba.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

15 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

É verdade que se pode ter problemas de infecção com o sexo anal; mas pode-se também ter os mesmos problemas se houver DSTs que são transmitidas pela vagina ou pela saliva.

Sou da opinião que o casal cristão que quiser experimentar o sexo anal não peca. Mas é indispensável o homem usar camisinha.

p.s é que fixação é essa que os homens tem nos seios da mulher, não foram eles criados para amamentar os filhos??????? rsss

Anja_Arcanja disse...

rsrs pois é né Edu, também não seria DISFUNCIONAL?

E então Gui? O que vc teria a nos falar a respeito disto?

Outra coisa Gui, já que voce fez questão de citar que o Carlos (quem me propôs responder a entrevista) é teólogo, voce poderia ter citado aos teus leitores que eu também sou teóloga.

Sobre o texto, desculpe, penso que ficou tendencioso, pois usou apenas uma pequena parte (mínima) do que eu falo, enquanto outros...

Anja

Anja_Arcanja disse...

POde-se ter problemas até com o beijo! Quem dirá no sexo anal e vaginal feito sem higiene, não é mesmo? A respeito disto, compartilho este meu texto onde dou dicas de como fazer sexo anal de forma segura:

Anja_Arcanja disse...

Sexo anal: como se entregar a este prazer sem esbarrar na Bíblia?
Esta é uma dúvida que incomoda e tortura a muitos casais hoje em dia. Mas, há casais que simplesmente fazem, e fazem porque gostam! Estariam “em pecado”? Seria mesmo pecado fazer sexo anal com seu esposo/a ou namorado/a?

Romanos 1: 26 nos diz:
26 - Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.

E como relevar isto? Vamos a outro texto da Bíblia que seriam relevantes para que cheguemos a um entendimento mais claro desta questão:

I Coríntios 11:6
6 - Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu.
(Não só este verso de 1Co-11 mas todo o capítulo)
Quem hoje segue este preceito a não ser em poucas igrejas? Este é o ponto! Devemos procurar ver e entender o contexto histórico e não apenas o contexto imediato em que foi escrita a Bíblia para ter-mos de fato uma visão clara sobre a questão. Não podemos de forma alguma nos prender a textos sem nos basear no contexto para ter-mos o pretexto de privar-nos em dar e receber prazer.


Lemos em Tito 1:15
15 - Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.
O senhor criou nossos corpos e nenhuma parte deles é naturalmente imperfeita. Deus nos criou para que tenhamos vida em abundância e vivamos com prazer, sexo anal é apenas uma das maneiras de se chegar a este fim.

Embora o ânus seja realmente usado para eliminação de resíduos alimentares não é tão sujo quanto se pensa, especialmente após um bom banho e uma ducha higiênica. A falta de higiene pode ser responsável não apenas pela disseminação de doenças e males durante o sexo anal, mas também através do sexo vaginal. Eliminação é um processo natural criado por Deus, é apenas nossa concepção humana que nos faz achar que é algo sujo. Tem muito mais a ver com inprints psicológicos dos sacerdotes do que com a Vontade Divina. O ato de urinar torna o pênis ou a vagina imundos? Nós suamos, temos espinhas, isso torna nossa pele imunda de ser tocada? A Bíblia está cheia de referências de rituais de purificação que se resumem a água, uma ducha e sabão.

Além disso, o ânus tem uma diferença de mais de 2 graus do que a vagina, deixando-o mais quente, ele também possui mais músculos, o que cria uma experiência diferente. O orgasmo anal é um dos quatro tipos de orgasmo que uma mulher pode ter, além do vaginal, clitoriano e o do ponto G. Claro que assim como o sexo vaginal ele pode ser doloroso se não houver cuidado por parte e ambos os parceiros.


Se a idéia de contato direto com esta área ainda lhe parece anti-higiênica, o simples uso da camisinha resolverá este problema.

Não há mal nenhum em se praticar sexo anal, desde que haja respeito entre o casal, ou seja, o que é bom para o homem, pode não ser bom para a mulher, pois não são todas que gostam e muitas não ficam a vontade ou sequer conseguem relaxar e sentir da fato prazer no sexo anal. E isto é um fator que o homem deve levar em consideração, pois o prazer tem que ser mútuo. Em uma relação onde só um sente prazer é uma relação egoísta e desrespeitosa. Ninguém pode ser encorajado ou coagido a fazer algo que não se sinta confortável.

É uma forma de prazer que deve satisfazer a ambos e não apenas a um. Não adianta o homem dizer que “com jeitinho vai”, porque não vai! Para que a mulher sinta-se a vontade e tenha prazer no sexo anal pode-se levar certo tempo. Isto depende muito mais do homem (que na maioria dos casos é apresado) do que da mulher. A mulher precisa de muito mais estimulo na relação do que o homem. Então meus queridos, caprichem nas preliminares! Digo isto no sexo convencional, que dirá então no anal? Então não tenham medo de perder tempo (pois na verdade estão é ganhando) nas preliminares ok?

Portanto, carinho, respeito e amor são a base do sucesso de qualquer relacionamento.

Anja_Arcanja disse...

Gui, vc não pensa que seria interessante que voce postasse para seus leitores os links das duas partes da entrevista? Seja os links de meu blog ou da confraria?

Anja_Arcanja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anja_Arcanja disse...

Pra quem quiser ler a entrevista completa:


PARTE I http://omundodaanja.blogspot.com.br/2012/07/o-sexo-dos-anjos-entrevista-com-anja.html

PARTE II http://omundodaanja.blogspot.com.br/2012/07/parte-ii-o-sexo-dos-anjos-entrevista.html

Guiomar Barba disse...

Caros leitores, infelizmente estou impedida de fazer réplicas pois meu braço direito está na tipoia. Segundo o médico, devo ter machucado pela posição em que dormia e estou com dores muito fortes. Creio que na próxima segunda estarei mais habilitada!
Obrigado pelas visitas! Abraços!

Guiomar Barba disse...

Pois Edu, " mas pode-se também ter os mesmos problemas se houver DSTs que são transmitidas pela vagina ou pela saliva.

se houver... enquanto que no anus é uma certeza, porque ele foi feito para expelir COCÔ.

Guiomar Barba disse...

Meu objetivo Anjinha não era transcrever um texto de outrem, mas sim usar alguns comentários, foi o que lhe disse e pedi licença para usá-los.

"Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza."

É fácil relevar o que não nos convém. Mas como já disse é uma questão de saúde.
Te pergunto: por que até mesmo os homo quando tem raiva de alguém manda tomar no cú?

Guiomar Barba disse...

"6 - Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu.
(Não só este verso de 1Co-11 mas todo o capítulo)
Quem hoje segue este preceito a não ser em poucas igrejas? Este é o ponto! Devemos procurar ver e entender o contexto histórico e não apenas o contexto imediato em que foi escrita a Bíblia..."

Concordo plenamente, era uma questão cultural, no fim do texto ele próprio diz: !O CABELO, foi dado em LUGAR de véu. Não é o caso do sexo anal, a saúde foi para eles e é para nós.

Guiomar Barba disse...

"Tudo é puro para os que são puros..." Muita gente praticando muita classe de imoralidade gosta de citar este versículo isoladamente, mas vamos para o contexto, né amiga?

"Eliminação é um processo natural criado por Deus, é apenas nossa concepção humana que nos faz achar que é algo sujo. Tem muito mais a ver com inprints psicológicos dos sacerdotes do que com a Vontade Divina."

É um processo natural, mas nojento e fedido rsrs por isto, as fezes têm que ser eliminadas do meio ambiente para que não sejamos contaminados, não vamos estudar aqui sobre o assunto e nem precisa né?

Por maior que seja a limpeza do ânus, ela não pode ser profunda, e mesmo que fosse, não poderíamos fazer vista grossa a verdade de que: "No caso do sexo anal o praticante é exposto a infecções provocadas pela GRANDE quantidade de microorganismos infecciosos NÃO encontrados em outros locais do corpo."

Eu acredito que esta busca desesperada por qualidade de sexo, mesmo agredindo o organismo, é o resultado do buraco que se tem na alma. Existe muitas formas de se fazer sexo, de excitações, sem apelarmos para agressão, mesmo que o casal esteja de acordo.
Como já disse para muitos, o masoquista também sente prazer na brutalidade sexual, mas é normal?

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

A maioria das mulheres não gosta dessa aberração e o sexo não se faz com as partes do corpo apenas. Sexo é feito com a outra pessoa! No sexo não deve o homem pensar no seu prazer, mas sim e promover o prazer mútuo e aí acredito que o relacionamento face a face seja o que Deus projetou para a humanidade. Abraços.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Em tempo!

Deve-se lembrr que a Torá determina que, no acampamento de Israel, as fezes deveriam ser enterradas:

"E entre as tuas armas terás uma pá; e será que, quando estiveres assentado, fora, então com ela cavarás e, virando-te, cobrirás o que defecaste." (Deuteronômio 23.13)

Bem, está mais do que claro que a contaminação do nosso corpo com fezes é coisa impura e daí ser evidentemente inapropriado o sexo anal. ALgo que bem lembra a sodomia no homossexualismo masculino.

Guiomar Barba disse...

Concordo plenamente com você Rodrigão.

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML