quarta-feira, 9 de outubro de 2013







Bendito todo aquele que tem esta fé e esta esperança. (Guiomar Barba).

lugar que eu vim...


É um lugar diferente. As pessoas sonham, as pessoas desejam, as pessoas querem tanto que não existe nada que seja impossível.
Lá, o impossível acontece todos os dias, o inacreditável é motivo de piada, e o inalcançável é o chão onde essas pessoas pisam.

O lugar que eu vim...
Acontecem coisas estranhas. Se você estiver de fora, você não vai entender. Só compreende quem entra nesse lugar e passa a agir como os moradores de lá.
É lá que nascem os sonhos. É lá que nascem as histórias e se no final do arco íris existe um tesouro, é lá que nasce o arco íris também...

O lugar que eu vim...


É diferente dos outros lugares. O menor da minha cidade, com uma pedra derrota o herói de um lugar qualquer. Um cego derruba um prédio e acaba com a festa de uma cidade. Uma muralha cai ao som de música, e ao som dessa mesma música uma prostituta é salva por um ato heroico. 300 homens sem armas ganham uma guerra.

Lá...

É um lugar de estratégias muito bem elaboradas por pessoas que ao primeiro olhar seriam pessoas simples. Uma mãe plebeia, para que o filho não seja morto, coloca-o em um cesto para descer o rio e, encontrado por uma princesa recebe ensinamento real e treinamento para se tornar um Faraó... Um adolescente abandonado pelos irmãos, vendido como escravo se torna o maior de todo o Egito.

O lugar de onde eu vim...

Os animais e plantas são controlados pelo Seu Criador. E a vida sai do seu curso comum... Jumenta fala, Leões famintos jejuam, Urubus se tornam garçons. Erva venenosa vira alimento após contato com farinha, uma botija com um pouco de azeite garante a aposentadoria de uma viúva. Com o Seu toque, um galho seco se transforma em cobra, e depois em galho seco novamente e dias depois, volta a florescer...

No lugar que eu vim...

A Natureza quebra as suas próprias leis. Mar que se divide, é mar que não afunda, é mar que produz peixe que serve de meio de transporte. Transporte de gente. Transporte de dinheiro. Mar que ouve, sol que ouve. Terra que ouve obedece e para de girar... Fogo que queima moradores de outra cidade, mas não queima as pessoas de onde eu vim...

De onde eu vim...

As pessoas não parecem normais. Ou seriam elas as normais, se é que é normal ser anormal, ou se o anormal já se tornou tão normal... Em um universo onde valores se invertem, os valore$ vertem, essas pessoas acreditam naquilo que não existe, provam o que ainda não viram e estão certas daquilo que esperam...

De onde eu vim...

Tem muitos outros, assim como eu. Loucos, anormais, pirados, estranhos. Humanos que estão aqui, mas que não são daqui. E você, pode também experimentar as maravilhas deste mundo mas para isso precisa conhecer o meu lugar, até o dia que nos mudaremos para um outro lugar, um lugar melhor, onde o imaginário se juntando ao inimaginário se materializa...

Abimael de Andrade: Devocional - De onde eu venho tem mais...mas ai já é outro poema... o lugar para onde vou... 

http://abimaeldeandrade.blogspot.com.br/2013/10/devocional-de-onde-eu-venho-tem-mais.html





Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

3 comentários:

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Muito bom o texto, Guiomar! NO mundo materialista onde vivemos, não é permitido sonhar, mas a Bíblia diz que podemos e para não nossa conformarmos com este século. Trata-se da memória de fé de um povo e que nos impulsona hoje a lutarmos por algo melhor mesmo contra os acontecimentos negativos. Grande abraço, minha irmã. Paz!

Guiomar Barba disse...

Obrigada Rodrigão por ser constante no meu blog e sempre enriquecendo.
Eu não tenho dúvidas desta esperança, sei que um dia estarei para sempre com o Senhor.
Abraço e muita paz.

Anônimo disse...

Poema enriquecedor e maravilho. E a certeza dessa esperança é melhor ainda!!!
Cris Soares

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML