quarta-feira, 1 de março de 2017

                                     
                                          VENCENDO AS TRIBULAÇÕES
"Eu lhes disse essas coisas para que em Mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16:33)


Antes de subir para os céus, Jesus preveniu seus discípulos sobre os sofrimentos que lhes aguardavam após a sua partida. Eles deveriam saber que o fato de pertencerem ao Reino Celestial não significava que viveriam uma vida de bonanças, sem aflições. Conhecendo as fragilidades humanas, Ele limitou: "Tenho ainda muito que lhes dizer, mas vocês não o podem suportar agora. (João 16:12).

 Quando Jesus disse: “Eu venci o mundo!” devemos entender que esta vitória foi completada depois que Ele passou pela terrível agonia da cruz e triunfou gloriosamente sobre a morte, ressuscitando ao terceiro dia.

Hoje vivemos em meio a tantas promessas de triunfo sem cruz, que muitos, ao se depararem com as aflições, não suportam e desviam-se da fé. No entanto, temos uma nuvem de testemunhas de que Deus é fiel e nos dá graça em meio as agonias da vida. Bereemos:


Acossado por uma terrível crise, Jeremias rasgou a sua alma: “Lembro-me da minha aflição e do meu delírio, da minha amargura e do meu pesar. Lembro-me bem disso tudo, e a minha alma desfalece dentro de mim.” (Lamentações 3.19,20).

Deixando a sua fé escapar das densas nuvens negras, da tempestade que o assolava, ele proclama:

“Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança: Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! Digo a mim mesmo: A minha porção é o Senhor; portanto, nEle porei a minha esperança. O Senhor é bom para com aqueles cuja esperança está nEle, para com aqueles que O buscam; é bom esperar tranquilo pela salvação do Senhor. (Lamentações 3:21-26). Aleluias!!!


Encontremo-nos com Paulo nas suas tribulações: “Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em ‘toda e qualquer situação,’ seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade.” (Filipenses 4:12).

“Agora ‘me alegro’ em meus sofrimentos por vocês, e completo no meu corpo o que resta das aflições de Cristo, em favor do seu corpo, que é a igreja.” (Colossenses 1:24).

Nosso Irmão Habacuque assegura: “Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ‘ainda assim’ eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação.” (Habacuque 3:17,18).


Ouçamos o conselho do apóstolo Pedro: “Resistam-lhe, (ao diabo) permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos.
O Deus de toda a graça, que os chamou para a sua glória eterna em Cristo Jesus, depois de terem sofrido durante pouco de tempo, os restaurará, os confirmará, lhes dará forças e os porá sobre firmes alicerces.” (1 Pedro 5:9,10).

Confirmando o conselho de Pedro, nos assevera o apóstolo Paulo: “pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.” (2 Coríntios 4:17).

Seria longa a lista dos heróis da fé. Todos nós que estamos em Cristo temos a mesma graça, o mesmo poder, de vencermos as aflições. Devemos somente lembrarmo-nos: “TENDE BOM ÂNIMO!” 

Tragamos a memória o que nos pode dar esperança!

Você já teve vitórias? Com certeza sim. Traga-as a memória!

Por Guiomar Barba.





Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML