terça-feira, 18 de abril de 2017

                                                   É PRECISO PERDOAR

“Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” (Colossenses 3.13)

Perdoar significa ir ao encontro da dor; a dor que machucou e destruiu. Perdoar significa chorar e reconhecer o estrago feito na alma.

Perdoar significa decidir fechar a porta do passado e nunca mais abri-la. Quem perdoa zera as contas do passado. Quem perdoa deixa ir o ofensor. Quem perdoa assume diante de Deus e com boa atitude o ônus da história.

Perdoar é algo irracional aos olhos humanos porque é uma decisão e não uma emoção.

Perdoar é fazer uma faxina no coração; é prover a cura das memórias; é propor uma amnésia dos erros sentidos, na força e no poder de Deus pelo amor.

Quem perdoa decide obedecer a Deus, que diz: “perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra o outro.”
Quem perdoa reconhece que só Deus tem o direito de julgar e tratar a pessoa e a situação.

Quem perdoa reconstrói em si a destruição deixada.

Quem perdoa diz não ao sentimento e a mágoa.

Quem perdoa deixa a graça prevalecer e não a vingança. Quem perdoa reconhece a fraqueza humana e vê com misericórdia o ofensor.

Perdoar é difícil porque custa caro. Custa o ego; custa o orgulho; custa a sinceridade para dizer que doeu, custa a humildade para também se ver diante de Deus e reconhecer as grandes e horrendas ofensas cometidas contra Ele. Por isso vá a Deus, se veja perante Ele e peça perdão. Depois viva sem se proteger e saia para a vida pronto a perdoar a qualquer um que lhe ofendeu. Saia para a vida disposto a fazer do perdão um estilo de vida.

É preciso perdoar.

 “Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas". (Mateus 6:15).

Autor desconhecido.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Retornar para o topo da Página
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML